Inês Monteiro e Miguel Marques venceram em Torres Vedras
publicidade

“Não é fácil chegar a este corta-mato e vencer. Tê-lo feito por quatro vezes em cerca de 11 anos [primeiro triunfo em 2007] deixa-me satisfeita”, referiu Inês Monteiro.

Inês Monteiro tornou-se ontem a mulher mais vitoriosa no Crosse de Torres Vedras, ao conquistar o quarto triunfo na prova, que definiu ainda a seleção da primeira equipa portuguesa na estafeta mista de 4×1.500 metros dos Europeus de Corta-Mato.

Já selecionada para os Europeus de Corta-mato que se realizam em Tilburg, na Holanda, em 09 de dezembro, a sportinguista entrou sem se amedrontar com o tempo chuvoso e o piso duro. Rapidamente ganhou vantagem e assim cortou a meta, para alcançar o seu quarto triunfo, terceiro consecutivo, ultrapassando Aurora Cunha e Sara Moreira.

Inês Monteiro (38 anos) gastou 26.02 minutos para cumprir os 7.500 metros do percurso, mais de um minuto antes da segunda classificada, a vencedora de 2015, Ercília Machado (individual), que fez 27.14, enquanto Susana Cunha, do RD Águeda, completou o pódio (27.33).

“Não é fácil chegar a este corta-mato e vencer. Tê-lo feito por quatro vezes em cerca de 11 anos [primeiro triunfo em 2007] deixa-me satisfeita”, referiu a sportinguista.

Em masculinos, onde se jogava o ‘convite’ da Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) para levar quatro atletas a Alcobendas (Espanha) onde será feita a seleção final, vitória categórica de Miguel Marques, do Sporting, que se destacou claramente na última volta, para triunfar em 28.16 minutos, à frente do benfiquista André Pereira (sem tempo), com o bracarense Hugo Almeida a completar o pódio (28.35).

“Foi uma vitória categórica, difícil, pois o André [Pereira] não me deu descanso. Não estava à espera de ter corrido tão bem, embora tivesse sempre presente que tinha de estar bem, para depois ir a Alcobendas lutar por um lugar na seleção para os Europeus”, referiu Miguel Marques.

Já definida, embora falte ainda a comunicação oficial da FPA, está a equipa da estafeta de 4×1.500 m, que pela primeira vez participará nos Europeus de Corta-Mato.

Despertando o interesse de atletas de distâncias mais curtas, as provas de 1.500 metros em Torres Vedras foram bem disputadas, com Paulo Pinheiro, do Sporting, a impor-se na reta da meta a Emanuel Rolim, do Benfica, no que concerne à prova masculina.

Em femininos, triunfo assinalável da jovem Salomé Afonso, do Sporting, à frente de Cátia Santos, do Estreito, que nos últimos metros ultrapassou a sportinguista Susana Francisco.

Nos restantes escalões, principalmente naqueles que a FPA fará deslocar quatro atletas (de cada escalão) ao Crosse de Alcobendas, registe-se os vencedores: sub-23 – Filipe Fialho (Benfica) e Lília Martins (J. Vidigalense); sub-20: Isaac Nader (Benfica) e Lia Lemos (Maia).

Créditos de Imagem: FB CM Torres Vedras

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here