publicidade

A Sicasal Constantinos foi a 9ª melhor equipa no “29º Grande Prémio Jornal de Noticias / Leilosoc”. Um resultado bastante positivo para a formação de Torres Vedras.

A Sicasal Constantinos foi a 9ª melhor equipa no “29º Grande Prémio Jornal de Noticias / Leilosoc”, a segunda mais extensa competição do calendário nacional, que percorreu entre os dias 4 e 10 de junho mais de 750 km nas estradas das regiões do grande Porto e Minho.

Um resultado bastante positivo para a formação de Torres Vedras que desde cedo encarou o desafio com muita determinação, demonstrando maturidade, coesão de grupo e resistindo com todos os elementos até à última etapa desta prova a quem todos apelidam de “Inferno do Norte”. 

Num evento de prestígio, onde as equipas profissionais apresentaram-se com muita ambição em triunfar, a pressão e o ritmo competitivo foram naturalmente elevados, com várias mudanças na liderança ao longo das 8 etapas, acabando a vitória por sorrir a Ricardo Mestre da W52 FC Porto. 

Daniel Silva foi o mais regular da formação torriense, alcançando a 37ª posição da geral e 6ª na classificação da juventude, mas um dos maiores destaques vai para Francisco Guerreiro. O atleta de Pegões, que mereceu a confiança de Hélder Miranda para disputar este importante desafio no seu ano de estreia no escalão sub-23, foi um dos 4 atletas da equipa que concluiu a prova e não fosse um percalço mecânico que o obrigou a perder muito tempo logo na 1ª etapa, provavelmente teria realçado ainda mais o seu desempenho com uma posição superior á 61ª alcançada.

Marcelo Salvador e Miguel Salgueiro, 8º e 9º melhores sub-23 em prova, também apresentaram um desempenho de alto nível, com este último a ter algum protagonismo na primeira parte da competição, onde participou na disputa dos sprints finais da 1ª e 2ª etapa, alcançando o 12º e 10º lugar respetivamente.

Destaque ainda para o desempenho de Diogo Sardinha que fez uma prova em crescendo e entrou para a última etapa no top 3 da juventude, mas acabou por pagar a fatura da fadiga acumulada e abandonar na derradeira, que para além de muito sinuosa foi percorrida a uma alucinante média de 47 km na primeira hora.

O diretor desportivo Hélder Miranda mostrou-se bastante satisfeito com a prestação de todos os elementos da equipa, destacando que “saímos daqui com um balanço muito positivo e com a certeza de que demos mais um importante passo no processo de evolução dos nossos Atletas”, acrescentando que “é esse o nosso principal objetivo”

Iúri Leitão está a representar Portugal na Pista

O atleta Vianense está ao serviço da seleção nacional até ao próximo dia 16, pela qual vai disputar dois torneios de pista na Alemanha e República Checa. Na prova alemã, entretanto disputada, a dupla portuguesa composta pelo ciclista da Sicasal Constantinos e Miguel do Rego da formação francesa CM Aubervilliers, já conquistou uma medalha de ouro no exercício por pontos.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here