IV Fórum Social Intermunicipal refletiu sobre saúde mental
publicidade

Os municípios de Torres Vedras e Lourinhã organizaram, nos dias 9 e 10 de outubro, o IV Fórum Social Intermunicipal, que se debruçou sobre o tema “Saúde Mental”. Com oradores de referência a nível nacional e painéis dirigidos a públicos distintos, este encontro promoveu a reflexão e sensibilizou para as problemáticas associadas ao tema escolhido.

A sessão de abertura do evento, que decorreu na Lourinhã, ficou a cargo da vereadora do Desenvolvimentos Social da Câmara Municipal de Torres Vedras, Ana Umbelino, do vereador da Intervenção Sociocultural da Câmara Municipal da Lourinhã, José Tomé, e do diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde – ACES Oeste Sul, António Martins.

Coube ao diretor do Programa Nacional de Saúde Mental, Miguel Xavier, dar início ao primeiro painel intitulado “Afinal, o que (não) é Saúde Mental?”. A antiga Ministra da Saúde, Ana Jorge, também foi chamada a intervir sobre o tema, tendo dado exemplos práticos de alguns sistemas criados para melhorar a saúde mental e alertando para o que ainda há a fazer.

A tarde foi de workshops e conversas, com destaque para projetos locais de promoção da saúde mental, com o Município de Torres Vedras a apresentar um projeto de musicoterapia, “Música Porta a Porta”, e o Município da Lourinhã a apresentar o Núcleo de Surf Adaptado da Lourinhã. Destaque também para a palestra “As Voltas Que a Vida Dá”, que contou com o testemunho de Célio Dias, atleta olímpico de judo, que partilhou a sua experiência enquanto pessoa que sofre de doença mental.

No segundo dia do Fórum, voltaram as mesas redondas, com a palestra mais participada da manhã a pertencer a Sara Martinho, investigadora do Centro de Investigação e de Intervenção Social do ISCTE-IUL, e a Sara Malcato, da Associação ILGA, que falaram sobre “Identidade Sexual e de Género”. Raquel Varela, historiadora e professora universitária, dividiu o protagonismo da manhã com as convidadas anteriores, com uma palestra sobre “Burnout, Desgaste e Condições de Trabalho”.

O evento terminou com uma conferência que reuniu Dulce Salzedas, jornalista da SIC, Diogo Picão, músico lourinhanense, Marco Paulino, chefe do serviço de psiquiatria do Hospital de Santa Maria, e José Manuel Henriques, investigador e docente universitário. Este painel debateu sobre o que é a saúde mental, deixando ainda o alerta para a necessidade de criação de redes sociais de suporte comunitário.

A arte esteve sempre presente ao longo do IV Fórum Social Intermunicipal, que apresentou ao público a peça de teatro Vala Comum, duas exposições de fotografia e artes visuais e uma caminhada performativa, na tarde do último dia do evento.

Sublinhe-se que o Fórum Social Intermunicipal surgiu há 13 anos, de uma estreita parceria entre os municípios da Lourinhã e Torres Vedras. Esta parceria intermunicipal assenta na preocupação e desafio conjunto de procurar respostas comuns aos dois territórios.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here