O ciclista português João Benta (Louletano-Ray Just Energy) conquistou hoje o 38.º Troféu Joaquim Agostinho, graças ao terceiro lugar na última etapa, ganha pelo espanhol David de la Fuente (Efapel), no alto da Carvoeira.

Com os quatro primeiros na classificação geral separados por menos de dez segundos à partida para a etapa, a viagem de 172,4 quilómetros desde São Martinho do Porto, foi palco de muitos ataques, nos quais se destacou o Louletano-Ray Just Energy, que anulou a primeira grande fuga da jornada, lançou o décimo da geral, Moisés Dueñas, num ataque cirúrgico na aproximação à meta final e viu João Benta cumprir na perfeição o papel de chefe de fila.

Fora das contas da geral, David de la Fuente impôs-se na tirada, com o tempo de 04:20.12 horas, menos sete segundos do que Moisés Dueñas, segundo, e menos 14 do que João Benta, terceiro.

O minhoto ganhou dois segundos ao anterior camisola amarela, Delio Fernández (W52-Quinta da Lixa), aos quais somou quatro de bonificação, o que lhe permitiu terminar a corrida com três segundos de vantagem sobre o galego e suceder-lhe na galeria de vencedores do Troféu Joaquim Agostinho.

O terceiro foi o espanhol Alberto Gallego (Rádio Popular-Boavista), a nove segundos do vencedor.

“A vitória nesta corrida é a mais importante da minha carreira e deixa-me muito feliz e confiante quanto ao futuro. Agradeço aos diretores da equipa por me terem dado a oportunidade de voltar a ser profissional nesta época. Agradeço aos meus companheiros pelo muito que se sacrificaram por mim nos últimos dias”, disse João Benta, que cumpriu uma sanção de três anos por doping.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here