publicidade

Com o objectivo de construir uma sociedade democrática mais competente e mais capaz, o projecto reuniu alunos de várias idades que argumentaram e debateram pela preservação e divulgação do Património Cultural de Torres Vedras.

“Património Cultural de Torres Vedras: como o conhecer para preservar? Vamos descobri-lo?” foi o tema de mais uma edição do “Jogo do Município”. A iniciativa, que decorreu durante este ano lectivo, terminou com a apresentação das propostas na Assembleia Final no dia 13 Junho, no Auditório do Edifício dos Paços do Concelho.

Com o objectivo de construir uma sociedade democrática mais competente e mais capaz, o projecto reuniu alunos de várias idades que argumentaram e debateram pela preservação e divulgação do Património Cultural de Torres Vedras.

Nesta edição foram apuradas para a Assembleia Final a Escola EB 2, 3 S. Gonçalo, o CENFIM (Centro de Formação da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica) e a Escola Agrícola Fernando Barros Leal, que apresentaram, respectivamente, as seguintes propostas: “Património Oral e Tradicional”, “Linhas de Torres e património musical” e “A actividade vitivinícola e o Enoturismo no concelho de Torres Vedras”.

Após a votação dos jovens “deputados” a proposta mais votada foi a da Escola Agrícola Fernando Barros Leal.

No decorrer do “Jogo do Município” os participantes tiveram a oportunidade de assistir a uma reunião plenária da Assembleia da República, participar numa sessão de esclarecimento sobre o tema “Património Cultural de Torres Vedras” e integrar a dinâmica World Café.

O “Jogo do Município” é uma iniciativa destinada à comunidade escolar que pretende promover o debate e a participação cívica dos jovens através da simulação de um processo eleitoral, subordinado um tema específico. O concurso, organizado pela Câmara Municipal de Torres Vedras, inicia-se nos estabelecimentos de ensino e termina com a realização da Assembleia Final.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.