publicidade

Jovens Guerreiros brilham em “casa”

A equipa Sicasal-Constantinos-Delta Cafés esteve em evidência no 40º aniversário do Grande Prémio de Torres Vedras, a competição portuguesa com maior longevidade no calendário do ciclismo internacional, que se realizou entre a passada quarta-feira e domingo na zona Oeste do país.

A equipa partiu para esta prova com responsabilidade acrescida pelo facto de correr perante o seu público, mas os jovens sob comando de Hélder Miranda não acusaram qualquer tipo de pressão e realizaram a corrida da época, lutando com grande valentia entre a elite do ciclismo nacional e alcançando um fantástico 8º lugar entre as 16 equipas participantes, das quais 11 profissionais. 

Na disputa pela a melhor formação Sub-23, a equipa de Torres Vedras alcançou a 2ª posição. 

Tiago Antunes, 14º na geral individual, foi o elemento em maior destaque na equipa, ficando a cerca de 1 minuto de alcançar a liderança do prémio da Juventude, um dos principais objetivos para esta competição.

A cada dia passado, todos os Atletas da equipa iam melhorando o seu desempenho e subindo na tabela classificativa, finalizando a prova nas seguintes posições: 32º Paulo Silva; 41º Marcelo Salvador; 55º Gonçalo Leaça; 76º Marvin Scheulen e 99º Sebastião Ghira.

Esta competição, que desde 1985 tomou também o título “Troféu Joaquim Agostinho”, em homenagem ao melhor ciclista português de todos os tempos, foi muito disputada desde início, com a camisola amarela da liderança a trocar de proprietário 3 vezes, sendo definitivamente conquistada pelo Algarvio Amaro Antunes da W52 FC Porto. 

O Diretor Desportivo da equipa torreense – Hélder Miranda, era um homem extremamente satisfeito no final da prova, concluindo que: “O troféu Joaquim Agostinho é uma corrida complicada por tradição. Devido aos percursos bastante sinuosos e aos ventos típicos da região vínhamos com algum receio, também pelo cansaço da Volta do Futuro e com apenas dois dias de intervalo para recuperar. No entanto os nossos jovens superaram-se e fizeram, para mim, a melhor corrida da época, com grande entrega por parte de todos. Isso foi evidenciado pelo excelente lugar alcançado coletivamente, superando várias equipas profissionais. Fecha-se assim, com chave de ouro, o principal ciclo de competição do ano, com uma enorme satisfação pelo dever cumprido”

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.