publicidade

No passado dia 13 de Junho, a JSD Oeste levou a cabo um debate com o tema “Emprego e Empreendedorismo”, integrado no Ciclo de Conferências “Europa Hoje”, a decorrer pelos seis concelhos que compõem a distrital, desta vez, na sede do PSD do Cadaval.

Nesta conferência estiveram presentes o Deputado da Assembleia da República e ex-Vice-Presidente da JSD, André Pardal, o Presidente da Fundação de Juventude, Ricardo Carvalho, o Investigador da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Co-Founder da Biomimetx e Vice-Presidente do PSD de Oeiras, Gonçalo Conde da Costa, e ainda o Presidente da Câmara Municipal do Cadaval, José Bernardo Nunes.

Carolina Correia de Sousa, Presidente da JSD do Cadaval, deu as boas vindas a todos e em especial aos oradores, referindo que “o emprego jovem é, hoje em dia, uma questão de máxima importância para qualquer economia e sociedade, assumindo uma especial relevância numa Europa tendencialmente envelhecida. A educação para o empreendedorismo e o desenvolvimento das ‘soft skills’ são fundamentais para uma Europa cada vez mais competitiva. Esta educação não é só feita pelos tradicionais estabelecimentos de ensino, mas também por nós, Juventude Social Democrata”.

Por sua vez, o Presidente da JSD Distrital Lisboa-Área Oeste, Jorge Faria de Sousa, agradeceu a disponibilidade dos oradores, referindo a excelência do painel, tendo em conta o tema em debate. O dirigente da JSD Oeste expressou na sua intervenção que, “o desemprego jovem é, em Portugal e em toda a Europa, o maior desafio que os Estados e a nossa geração enfrentam. Estão hoje em vigor programas, na Europa e em Portugal, que visam precisamente esse combate, como é o caso do Programa Garantia Jovem. Hoje em dia, o empreendedorismo jovem assume um papel muito relevante, e há em Portugal imensas empresas que são casos de sucesso. É necessário, no entanto, enraizar a cultura para o empreendedorismo no nosso sistema educativo”.

O deputado da Assembleia da República, André Pardal, destacou o desemprego como o principal problema do país, em especial o desemprego jovem, referindo que tem vindo, apesar de tudo, a diminuir. O ex-dirigente da JSD falou ainda sobre os programas de combate ao desemprego jovem, como são os casos do Impulso Jovem e do Garantia Jovem, dando estes como exemplo de casos de sucesso. No que diz respeito ao empreendedorismo, o deputado referiu que, “é necessário criar ambiente para o empreendedorismo e educação/cultura de empreendedorismo”, terminando com uma mensagem de esperança: “vale a pena estudar e vale a pena arriscar”.

Ricardo Carvalho, Presidente Executivo da Fundação de Juventude, na sua intervenção, destacou que “o desemprego em Portugal continua a depender de um conjunto de reformas estruturais capazes de produzir maior competitividade na economia portuguesa, sendo que o desempenho jovem em muito dependerá de uma verdadeira reforma do ensino superior, reorganização da rede de ensino e revisão profunda da oferta educativa, bem como por uma aposta forte no ensino profissional. O empreendedorismo assume um papel fundamental na formação dos jovens, sobretudo pelo estimo de uma cultura empreendedora, não devendo ser visto como a solução para o desemprego jovem, mas tão somente como uma ferramenta fundamental na preparação de uma nova geração de futuro que entra no mercado laboral. Todo o jovem deve ser empreendedor, mas nem todo o empreendedor tem obrigatoriamente que ser empresário”.

Antes do debate com a plateia, o jovem empresário e investigador, Gonçalo Conde da Costa, deu também o seu testemunho, no que diz respeito ao empreendedorismo. O empresário referiu que “Portugal durante as duas últimas décadas apresentou um enorme crescimento em diversos indicadores no domínio da ciência, como o número de novos doutorados, de estudantes de doutoramento não-europeus ou investimento público em I&D. O Crescimento a médio longo prazo da economia Nacional está diretamente ligada ao investimento que, enquanto país, fizermos no conhecimento e da capacidade valorizar esse conhecimento! A aposta na ciência, fundamentada por ensino Universitário apelativo e virado para a criação do próprio emprego e num ensino secundário exigente, será essencial nesta estratégia. Este será o pilar fundamental para criar um ambiente empreendedor em Portugal!​”.

Nesta sessão participaram ainda o Presidente do Conselho Distrital da JSD Oeste, Carlos Cunha, o Presidente dos TSD Oeste, Ricardo Coelho, entre outros dirigentes, autarcas militantes e simpatizantes do PSD e da JSD.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.