publicidade

As entidades gestoras de resíduos ERP Portugal e a Novo Verde lançaram o Prémio Presidente Carlos Bernardes para promover práticas sustentáveis e a sensibilização ambiental nas escolas, homenageando o autarca, que morreu este ano, foi hoje anunciado.

O Prémio Presidente Carlos Bernardes faz parte do programa “Planeta da Transformação no Oeste”, iniciado em 2018 junto dos mais de 4.000 alunos do 4.º ano de escolaridade, e tem como objetivo “promover práticas sustentáveis através de ações de sensibilização ambiental e distribuição gratuita de informação sobre a importância e as vantagens da economia circular”, é referido numa nota de imprensa.

“O nome atribuído a este prémio surge naturalmente na sequência das ações que têm sido implementadas no território do Oeste, já que destaca o marcante trabalho levado a cabo pelo presidente Carlos Bernardes em matéria de educação e sensibilização ambiental”, justificou Filipa Moita, responsável de comunicação das duas entidades gestoras de resíduos.

O presidente da Comunidade Intermunicipal do Oeste, Pedro Folgado, também citado na nota, sublinhou que, além da sensibilização das crianças e jovens para o tema da economia circular, a atribuição do Prémio Presidente Carlos Bernardes “marca e reforça a relevância das iniciativas de educação ambiental, vetor incondicional e inegável da herança deixada por Carlos Bernardes, eterno defensor das causas ambientais”.

No âmbito da distinção, estão previstas atividades pedagógicas e educativas no início do próximo ano, dirigidas às escolas do ensino básico dos 12 concelhos da região Oeste, em formato digital e centralizadas na plataforma Academia do Oeste, onde estarão disponíveis diversas ferramentas e onde decorrerão ‘webinars’ temáticos, em parceria com as entidades envolvidas.

No contexto de combate às alterações climáticas e ao insucesso escolar, os alunos vão ser desafiados a construir soluções para a entrega seletiva de equipamentos elétricos e eletrónicos, pilhas e embalagens em fim de vida, utilizando materiais reutilizados.

Aos alunos vencedores do prémio vão ser atribuídos 120 tablets (10 alunos por município).

Também vão ser reconhecidos os municípios, as escolas e os professores dos alunos participantes.

Carlos Bernardes, presidente da Câmara de Torres Vedras (distrito de Lisboa) entre 2015 e 2021 e vice-presidente entre 2005 e 2015, morreu em maio deste ano.

publicidade

Artigo anteriorHorários e locais de colheita de sangue em Torres Vedras no mês de dezembro
Próximo artigoCovid-19: Nazaré cancela festejos de Carnaval de 2022
Agência Lusa
A Lusa é a maior produtora e distribuidora de notícias sobre Portugal e o mundo, em Língua Portuguesa. A Lusa acompanha a atualidade nacional e internacional a cada segundo, e distribui informação em texto, áudio, foto e vídeo. A rede Lusa de correspondentes cobre geograficamente todo o país e está presente em 29 de países do mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui