publicidade

Apresentação do livro, conversa com o autor Nuno Saraiva e sessão de autógrafos no Centro de Artes e Criatividade de Torres Vedras, dia 19 de fevereiro às 15h00. 

Nuno Saraiva, cartunista de renome nacional, lança o livro “Diário de uma Quarentena em Risco” no Centro de Artes e Criatividade de Torres Vedras dia 19 de fevereiro às 15h00. 

“Diário de uma quarentena em Risco” é a compilação de cartunes que o artista foi fazendo e publicando nas redes socais ao longo da quarentena voluntária de março de 2020 até março de 2021. Os cartunes recaem principalmente sobre os acontecimentos políticos, económicos ou sociais, acima de tudo nacionais que se revelaram nas margens da pandemia.

“Nas crises, procuramos respostas, às cegas as exigimos, e os ilusionistas oferecem-nas. E não serão os cartunistas aqueles chatos que, em palco, se levantam para questionar o truque do ilusionista? Pois aqui este chato resolveu desenhar um cartune por dia e, ainda que mais espaçadamente do que planeado, acabou por percorrer um ano inteiro, entre confinamentos, quarentenas, desconfinamentos e, sobretudo, desconfiamentos.”

Nuno Saraiva tem alguns dos seus trabalhos expostos na exposição temporária “Carnaval Desenhado” do Centro de Artes e Criatividade. 

“Diário de uma quarentena em Risco” é editada pela Pim! em parceria com o jornal Público. Após a sessão o autor estará disponível para autógrafos! Reservas em: tvedras.pt/c3tz5

Sobre o autor

Nuno Saraiva nasceu em 1969, na Mouraria de Lisboa. Colaborou como ilustrador editorial com, praticamente, toda a imprensa portuguesa, com especial destaque para o Expresso, o Observador, o Públicoe a Time Out. Está publicado pela Esfera dos Livros, com a versão grega do Patakis Publications, pela Abysmo e pela Bertrand. É professor de Banda Desenhada e de Cartoon Político no Ar.Co. e desenhou várias Festas de Lisboa que animaram arraiais desde 2014. Participa na coleção Sardinha by Bordallo (Fábrica de Faiança Bordallo Pinheiro) com a sua Sardinha do Golaço, comemorativa do feito campeão da nossa seleção no Euro 2016. O seu livro “Tudo isto é Fado!” (Museu do Fado), foi galardoado com o prémio “Melhor livro de BD 2016” (FIBDA). Venceu recentemente o concurso a Bolsas de Criação Literária 2017 (na modalidade BD – 6 Meses), por despacho do Ministro da Cultura e homologado pelo Diretor-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas. É ainda ilustrador não oficial de vários murais de Lisboa. Ilustrou o livro “Aníbal Milhais. O Herói chamado Milhões”, com texto de José Letria, da coleção Grandes Vidas Portuguesas, uma coedição Pato Lógico/Imprensa Nacional.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here