publicidade

Legionella obriga a fechar serviço no Hospital de Torres Vedras

O Serviço de Ortopedia 2 do Hospital de Torres Vedras foi encerrado após ter sido detetada ‘legionella’ numa casa de banho, mas, segundo a administração do hospital, nenhum doente ou funcionário da unidade foi infetado.

“Encontrou-se ‘legionella’ em torneiras de uma casa de banho do Serviço de Ortopedia 2 e o serviço foi encerrado”, disse hoje à Lusa António Curado, diretor clínico do Centro Hospitalar do Oeste (CHO), que integra o Hospital de Torres Vedras.

A existência da bactéria foi conhecida no dia 08, altura em que “o resultado das análises à água foi positivo”, explicou o responsável, adiantando que “foi logo fechada a casa de banho e feita a desinfeção com choque térmico e com produto próprio, primeiro daquele serviço e depois de todo o hospital”.

Apesar de o resultado positivo ter sido conhecido no dia 08, “é referente a datas anteriores”.

A presença da bactéria levou à deslocação dos 17 doentes da Ortopedia 2 para o Serviço 1 de Ortopedia e outros serviços do hospital.

“Foi feita uma pesquisa às análises clínicas dos últimos seis meses para confirmar que não houve qualquer doente ou trabalhador infetado”, explicou.

A situação está “desde o primeiro momento a ser acompanhada pelo delegado regional de saúde e por técnicos de saúde pública”, afirmou ainda António Curado, admitindo que, após a desinfeção efetuada, “neste momento possa até já não haver ‘legionella’”, embora isso só possa ser confirmado pelo resultado de novas análises, cujo resultado “deverá demorar cerca de duas a três semanas”.

O CHO está a proceder “à substituição das tubagens e das torneiras e estão a ser tomadas todas as medidas”, mantendo-se a funcionar normalmente as consultas e cirurgias de ortopedia na unidade.

O Hospital de Torres Vedras integra, em conjunto com os hospitais das Caldas da Rainha e de Peniche, o Centro Hospitalar do Oeste, que abrange os concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e parte dos concelhos de Alcobaça (freguesias de Alfeizerão, Benedita e São Martinho do Porto) e de Mafra (com exceção das freguesias de Malveira, Milharado, Santo Estevão das Galés e Venda do Pinheiro).

A população abrangida é de 292.546 pessoas, número que sobe para mais de 300 mil pessoas devido a eventos sazonais e aos doentes referenciados pelos centros de saúde.

Fonte: Correio da Manhã

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.