Lourinhã assina protocolo para implementar recolha seletiva de resíduos têxteis em 2020
publicidade

O Município da Lourinhã assinou na manhã desta segunda-feira, dia 16 de dezembro, um protocolo com a Associação Humana, para a colocação de 25 contentores de recolha seletiva têxtil no concelho, já a partir de janeiro.
No sentido de reduzir a quantidade de resíduos a ser depositados em aterro, e antecipando as novas diretrizes Europeias, a autarquia avança assim em 2020 com a recolha seletiva dos resíduos têxteis. A Humana é uma associação sem fins lucrativos, que tem vindo a registar um crescimento na área da reutilização têxtil.

Esta associação existe desde 1998, desenvolvendo um trabalho a favor da proteção do meio ambiente e de programas de cooperação, tanto para o desenvolvimento em Moçambique e na Guiné-Bissau como de apoio local em Portugal.

A Humana procura obter o máximo aproveitamento do têxtil usado, ao recolher através de uma rede de contentores as doações dos cidadãos, e preparando esse têxtil para a reutilização. O objetivo é dar uma segunda vida à roupa e favorecer o modelo de economia circular.

No âmbito da gestão de resíduos urbanos, com a entrada em vigor das novas diretrizes para o Portugal 2020+, será necessário tomar uma atitude mais proactiva relativamente à gestão de resíduos.

Ao nível da Comunidade Europeia, as metas traçadas no novo Plano de Ação da União Europeia para a economia circular – “Fechar o ciclo” são:

– Reciclagem de 65% dos resíduos urbanos até 2035;
– Reciclagem de 75% dos resíduos de embalagem até 2030;
– Redução da deposição em aterro a um máximo de 10% de todos os resíduos ate 2030;
– Proibição de deposição em aterro de resíduos submetidos a recolha seletiva;
– Criação de 580.000 novos empregos, relacionados com a gestão de resíduos;
– Uma redução na União Europeia de 450 milhões de toneladas de CO2, até 2030.

Com base nas metas da União Europeia, o Portugal 2020+ vai aumentar os fluxos de resíduos para reciclagem, favorecendo a recolha de biorresíduo e têxteis.

O Município da Lourinhã ficará assim dotado de 25 contentores de recolha seletiva têxtil, apresentando um ratio de 1 contentor para cada 1000 habitantes. Além do bom ratio apresentado, a recolha e manutenção dos contentores é efetuada pela associação, sem custos para o Município da Lourinhã, que receberá ainda, no âmbito deste protocolo, ações de sensibilização para as escolas e para os munícipes.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here