Mais de 14 mil árvores e arbustos autóctones foram cedidos nos Viveiros Municipais de Torres Vedras
publicidade

Cerca de 14.100 árvores e arbustos autóctones foram cedidos nos Viveiros Municipais de Torres Vedras em seis dias da segunda quinzena de novembro no âmbito da iniciativa Reflorestação Nacional.

Esses elementos arbóreos foram entregues a 720 munícipes e entidades que se deslocaram àquele espaço municipal, tendo aos mesmos sido proporcionado até 25 árvores de 21 diferentes espécies autóctones.

As principais espécies de árvores cedidas foram as seguintes:  Pinheiro manso (Pinus pinea), Medronheiro (Arbutus unedo), Sobreiro (Quercus suber), Carvalho português (Quercus faginea), Carvalho alvarinho (Quercus robur), Alfarrobeira (Ceratonia siliqua), Amieiro (Alnus glutinosa), Salgueiro branco (Salix alba), Bétula (Betula pubescens), Plátano bastardo (Acer Pseudoplatanus), Azinheira (Quercus rotundifólia), Cerejeira (Prunus avium), Faia (Fagus sylvatica), Freixo (Fraxinus angustifolia), Azevinho (Ilex aquifolium), Zambujeiro (Olea europea var. sylvestris), Teixo (Taxus baccata), Nogueira (Juglans regia) e Ulmeiro (Ulmus minor).

De realçar a elevada adesão da população a esta ação, comparativamente com ações análogas realizadas em anos anteriores, bem como o interesse demonstrado pelos participantes relativamente à temática da mesma.

Também no âmbito da associação do Município de Torres Vedras à Reflorestação Nacional, foi dado início à plantação de árvores de espécies autóctones em propriedades municipais incultas ou anteriormente ocupadas com eucalipto. A primeira ação neste âmbito aconteceu no dia 21 de novembro, no terreno do antigo Vazadouro Municipal de Torres Vedras, tendo sido levada a cabo por serviços municipais em conjunto com voluntários do projeto “LIFE Volunteer Escapes” e elementos do agrupamento de escuteiros da Ventosa.

Foi desta forma que o Município de Torres Vedras participou na 11.ª edição da Reflorestação Nacional, uma iniciativa que se realiza todos os anos por altura da celebração do Dia da Floresta Autóctone (23 de novembro), dinamizada pelo movimento Plantar Portugal.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here