publicidade

A Escola Básica de Póvoa de Penafirme foi inaugurada esta terça-feira, 17 de maio, numa cerimónia que assinalou a sua entrada em funcionamento no início do ano letivo. A inauguração contou com a presença do ministro da Educação, João Costa, e teve início com o descerramento da placa inaugural. Seguiu-se a bênção do espaço pelo Padre Vítor Melícias, patrono do Agrupamento de Escolas a que pertence o estabelecimento de ensino.

“O futuro começa hoje e aqui, na Escola Básica de Póvoa de Penafirme” afirmou o presidente da Junta de Freguesia da União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira, Nuno Cosme. “É, sem dúvida, um grande passo que melhora a qualidade do ensino na nossa freguesia e em todo o Concelho” acrescentou, elogiando a “grande aposta” da Câmara Municipal de Torres Vedras na Educação. 

O diretor do Agrupamento de Escolas Padre Vitor Melícias, Joaquim Pinto Gonçalves, dirigiu-se às dezenas de alunos que participaram na cerimónia, defendendo que o agrupamento vive “sob a égide e os valores da solidariedade, do trabalho colaborativo, da diversidade, da inclusão. É esta a nossa marca, o nosso ADN e assim devemos continuar.”

Depois de saudar os alunos e toda a comunidade educativa, a presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues, lembrou que “as pessoas são o mais importante do sistema educativo, mas é claro que precisamos de escolas com qualidade, com boas salas, equipamentos e espaços exteriores que sejam mais naturalizados.”

Município “pioneiro” e “desempoeirado”

Laura Rodrigues recordou que a escola tem capacidade para acolher 75 crianças de educação pré-escolar e 130 alunos do 1º ciclo do Ensino Básico, num total de 8 salas. “Este é um caminho que o Município está a seguir dentro e fora da escola, onde temos muitas atividades proporcionadas por todos os equipamentos municipais” referiu.

asda

“Torres Vedras é um município pioneiro em muitas questões de Educação, sobretudo no pensamento moderno e desempoeirado” defendeu o ministro da Educação, que terminou a sua intervenção dizendo que “vamos continuar a investir nas escolas de Torres Vedras e do país”.

As palavras de João Costa dirigiram-se, sobretudo, aos mais pequenos, congratulando-os pela nova escola. “O recado que o ministro vos dá é: brinquem, sujem-se, porque é sinal de que a escola correu bem (…) Se forem felizes, esta obra valeu a pena.”

A inauguração contou, ainda, com a presença do presidente da Assembleia Municipal de Torres Vedras, José Correia, do vogal executivo da Comissão Diretiva do Programa Operacional Regional do Centro, Luís Filipe, e do delegado regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo, Bruno Miguel Santos.

Após o período de intervenções, Laura Rodrigues entregou à coordenadora da escola, Cristina Simões, as cartas escritas pelos alunos do 3.º e 4.º ano aquando do lançamento da primeira pedra da escola. Seguiram-se as atuações das crianças do Jardim de Infância e dos alunos do Ensino Básico, que cantaram, tocaram e dançaram, de forma a celebrar o momento.

A cerimónia terminou com uma visita à escola, que conta com três salas de atividades para os mais pequenos e cinco salas de aula para as crianças do 1º ciclo. As soluções construtivas deste projeto refletem um carácter ecológico e sustentável. Pretendeu-se, ainda, minimizar o recurso a climatização e iluminação artificiais e promover a utilização sustentável dos recursos naturais.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here