publicidade

Os melhores especialistas internacionais de waveski, especialidade da canoagem, vão disputar o Campeonato do Mundo em Portugal, de 17 a 24 de julho, na praia de Santa Cruz, Torres Vedras.

Da mais de uma centena de canoístas de mar esperados no evento, destaque para as seleções com maior tradição internacional no waveski, nomeadamente Austrália, África do Sul, Estados Unidos e França.

O waveski é uma das especialidades da canoagem em que o atleta se senta numa prancha, com assento, suporte para os pés e cinto de segurança, e usa um remo duplo para guia-lo nas ondas: tal como no surf, as manobras são avaliadas num período de 20 minutos.

A seleção portuguesa, que será liderada por Henrique Frazão, da comissão nacional de kayaksurf e waveski, será composta por oito elementos, de acordo com o seu ranking.

Portugal organiza estes mundiais pela segunda vez, depois de o ter feito em 2011.

Em 2016, a Federação Portuguesa de Canoagem tem também a seu cargo uma Taça do Mundo de velocidade, especialidade olímpica, em Montemor-o-Velho, e uma de maratonas, em Prado, Vila Verde.

Para 2017 está previsto o Campeonato da Europa de maratona, em Vila Nova de Gaia, e em 2018 os Mundiais de velocidade, em Montemor-o-Velho, e os Mundiais de maratonas, na vila de Prado.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.