publicidade

Bandas de Música unidas para um Concerto Narrado

Aldeia Grande, Campelos e Ermegeira no Teatro Cine a 2 e 3 Dezembro

O Projecto Musicae

Composto por músicos da Banda de Música da Casa do Povo de Campelos, da Sociedade Filarmónica Incrível Aldeiagrandense e da Sociedade Filarmónica Ermegeirense, o projecto
Musicae tem por missão aproximar a comunidade musical e divulgar o trabalho das bandas filarmónicas através da criação de um espectáculo comum. O nome dado ao projecto –
Musicae – resulta da junção das iniciais das povoações que o compõem: Campelos, AldeiaGrande e Ermegeira.

Resumo da história:

Inspirada na tradição do romance picaresco, a primeira edição do Musicae segue a viagem atribulada de uma personagem improvável pelas terras de Portugal.

História das bandas:

Sociedade Filarmónica Ermegeirense
A Sociedade Filarmónica Ermegeirense foi fundada no dia 5 de Março de 1882. Apesar de não existirem comentários documentados sobre a fundação da sociedade, a história que nos chega
até hoje é que esta foi fundada por habitantes da Ermegeira que pertenciam a uma banda filarmónica sediada na aldeia vizinha do Maxial. Esta filarmónica terá sido relocalizada na
Ermegeira para evitar as deslocações entre as duas aldeias.

Desde a sua fundação, a Sociedade Filarmónica Ermegeirense mostrou ter uma influência importante no desenvolvimento de uma comunidade essencialmente agrícola, criando a
estrutura necessária para poder disponibilizar as bases de uma educação musical e proporcionar uma experiência valorizadora a todas as pessoas interessadas em partilhar os
seus valores.

Nos últimos quarenta anos, a Banda de Música da SFE teve o privilégio de ser dirigida pelo Maestro Álvaro Reis, grande contribuidor no desenvolvimento da SFE através da sua
participação contínua na nossa Escola de Música, mas também enquanto compositor reconhecido, divulgando através do seu trabalho o nome da Sociedade Filarmónica
Ermegeirense. O Maestro Álvaro Reis continua hoje associado à SFE, continuando igualmente o seu trabalho de composição para bandas filarmónicas. Actualmente a banda é dirigida pela
Maestrina Débora Bessa Severiano.

Sociedade Filarmónica Incrível Aldeiagrandense

Em 5 de Agosto de 1895 nasceu, no lugar de Aldeia Grande, uma pequena Banda de Música que foi baptizada com o nome de Sociedade Filarmónica Incrível Aldeiagrandense.
O seu principal fundador foi Luís Clemente, acompanhado por um grupo de amigos. Nascido nesta localidade em 1874, apenas com 21 anos e uma grande paixão pela música, Luís
Clemente conseguiu transmiti-la à população e desenvolver, assim, a Banda. Ao longo da sua actividade a Banda ensaiou em casas particulares ou alugadas; só em 1976
começou a construção da sua Sede. Actualmente a Colectividade tem 450 sócios; a Banda 40 executantes amadores e uma Escola
de Música em funcionamento.

Durante o ano realizam-se várias festividades na sua Sede e no recinto de festas. A Banda participa ainda em várias festividades na região, tendo-lhe sido já reconhecido o bom
serviço prestado com atribuição nomeadamente da Medalha Grau Prata e Medalha Grau Ouro pela Câmara Municipal de Torres Vedras.

Banda de Música da Casa do Povo de Campelos

A Escola de Música da Casa do Povo de Campelos nasceu em finais de 1975, princípios de 1976, quando a professora primária que leccionava na escola de Campelos, Sr.ª Professora
Maria Natália Andrade lançou à comunidade o desafio de se constituir uma banda e uma escola de música. Seguindo esse desafio, o Sr. José Augusto dos Santos e o Sr. Eugénio
Bernardes Ferreira abraçaram de imediato a ideia e contactaram o Sr. Manuel Soares Peixoto para dar início a esse projecto. As aulas de solfejo iniciaram-se na sacristia da Igreja de Santo
António de Campelos, no dia 17 de Fevereiro de 1976, tendo sido então definida esta data como a data de fundação da Escola de Música.

Em 1979 foi contratado o Sr. Manuel Maria Dias, tendo sido este o primeiro Maestro da Banda de Música e permanecido nestas funções até ao ano de 1981. A 15 de agosto de 1979 a Banda
fez a sua primeira actuação no Louriçal. No dia 24 de agosto de 1979 deu-se a primeira actuação em Campelos.

Desde o ano 2006, rege a Banda de Música da Casa do Povo de Campelos o Maestro Daniel Rui Franco Silva Batista.

A Banda de Música da Casa do Povo de Campelos colabora em diversas festas anuais de várias localidades. Participa também activamente na festa anual de Campelos, bem como organiza
anualmente o tradicional Concerto do Sócio e faz a animação da Missa do Domingo de Páscoa. Sublinhamos também a participação anual da banda na animação do corso do Carnaval de
Torres Vedras e nas Marchas de Santo António de Campelos.

Programa/ reportório:
Alpina Fanfare, Franco Cesarini Pilatus: Mountain of Dragons, Steven Reineke Navegar, Navegar, Fausto Bordalo Dias com arranjo de Jorge Salgueiro
At world’s end, Hans Zimmer com arranjo de Erik Rozendom Francisco Magalhães – Scorpions Medley, Luís Cardoso Into the storm, Robert W. Smith
Backdraft, Hans Zimmer com arranjo de Masato Myokoin Roque em Português, Luís Cardoso

Elenco:
• Maestros:
o Daniel Rui Batista
o Débora Bessa Severiano
o José Manuel da Silva

• Actores
o Jorge Manuel Damas Antunes
o Sérgio Manuel Valadas das Neves
o Eunice Maria Francisco Silva

Cartaz musicae

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.