Na pista de
publicidade

A noite prometia ser longa para todos os que iam chegando, ontem, ao espaço da Aldeia Neptuno. A Praia Centro, em Santa Cruz, acolhe mais uma edição do Ocean Spirit, que decorre até Domingo com um vasto leque de provas desportivas – durante o dia – e de propostas musicais – durante a noite.

O festival de “pé na areia”, que celebra este ano o seu décimo aniversário, viu os Meninos da Vadiagem a subir ao Palco Neptuno e a fazere encher, mais uma noite, o recinto do evento. Eduardo Santo André, Mike e o torriense Thomas dão forma a este projecto, onde demonstram como a coordenação de um trio pode resultar numa noite com o melhor da música electrónica.

Na pista de "pé na areia" do Santa Cruz Ocean Spirit há energia para dar e vender
O festival de “pé na areia”, que celebra este ano o seu décimo aniversário, viu os Meninos da Vadiagem a subir ao Palco Neptuno. Foto: Rita Alves dos Santos

Energetic big room music é o nome que dão ao estilo em que se inserem. E, de facto, energia foi o que não faltou quando assumiram o controlo da cabine. O areal ficou contagiado e, por isso, mais do que preparado para dançar ao som do ritmo não menos enérgico de Filipa More.

As milhares de pessoas que povoavam a areia desta pista seguiram as orientações da dj: dançaram, saltaram, gritaram por Portugal e acenderam isqueiros, numa simbiose perfeita com a mulher que vibrou na cabine (tanto na mesa de mistura, como em cima dela, para onde subiu inúmeras vezes). Foi ao som do house comercial de More que a Aldeia Neptuno dançou noite dentro, em mais noite de Santa Cruz Ocean Spirit.

O festival de "pé na areia", que celebra este ano o seu décimo aniversário, viu os Meninos da Vadiagem a subir ao Palco Neptuno
Foi ao som do house comercial de More que a Aldeia Neptuno dançou noite dentro. Foto: Rita Alves dos Santos
publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.