Novo hospital do Oeste: nova reunião entre OesteCim e ministra da sáude
publicidade

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, garantiu que a ministra da saúde aceitou receber a Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim), numa reunião aprazada para curto prazo.

O primeiro-ministro, António Costa, e a ministra da Saúde, Marta Temido, inauguraram na terça-feira o novo Centro de Saúde do Cadaval e os autarcas do Oeste aproveitaram o momento para voltar às negociações para a construção de um novo hospital para a região Oeste.

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, garantiu ao jornal Badalas que a ministra da saúde aceitou receber a Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim), numa reunião aprazada para curto prazo.

O edil acrescentou ainda que acredita que haverá consenso entre os autarcas da região quanto à futura localização do novo hospital e que a construção do mesmo passará por um diálogo “muito estreito” com o Ministério da Saúde.

“Temos vindo a dialogar os 12 [municípios que integram a OesteCim] para que o Oeste possa ter equipamentos de saúde ao nível daquilo que as nossas comunidades merecem e estarmos em pé de igualdade com as outras regiões, que neste momento não estamos”, afirmou.

Apesar de se mostrar disponível para dialogar com os autarcas do Oeste, Marta Temido reforçou que “o que se está a fazer agora é sedimentar o modelo organizacional de empresarialização do CHO”. Estatuto que só alcançou em 2018.

“Isso não prejudica que haja uma expectativa destas comunidades relativamente a infraestruturas novas. Mas isso é um caminho que terá de ser percorrido em termos de localização, carteira de serviços e de investimento”, acrescentou Marta Temido.

publicidade

Artigo anteriorAlunos do Curso de Turismo visitam Hotel Pestana, Cidadela de Cascais e Palácio Nacional da Ajuda
Próximo artigoEstacionamento e trânsito condicionado na Rua Maria Barreto Bastos
Joana Timóteo
Nasci em Torres Vedras a 25 Fevereiro de 1996. Apaixonada pela comunicação e pelo jornalismo Licenciada em Comunicação e Jornalismo pela Universidade Lusófona, encontrei nas minhas raízes o meu primeiro "grande" desafio profissional na minha área!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui