publicidade

No passado dia 18 de fevereiro tiveram início as obras de construção das novas instalações do futuro refeitório da Unidade de Torres Vedras.

Nas traseiras do edifício hospitalar de Torres Vedras está a nascer o futuro refeitório para aquela Unidade do Centro Hospitalar do Oeste.

Trata-se de uma obra orçada em 160 mil euros. Recorde-se que o atual refeitório será deslocalizado no âmbito das obras de remodelação e ampliação da urgência médico-cirúrgica desta mesma Unidade hospitalar.

Recorde-se que o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) lançou, no dia 20 de janeiro, o concurso público para a realização da empreitada de remodelação do Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica da Unidade de Torres Vedras, orçada em 572.411 euros e com um prazo de execução de 120 dias.

Com esta remodelação do Serviço de urgência o CHO esclarece que “pretende criar uma estrutura mais funcional, coerente e segura, visando essencialmente aumentar os gabinetes de médicosmelhorar as áreas de espera no interior da urgência, aumentar o conforto e a segurança dos doentes e seus acompanhantes, dotar a triagem de dois gabinetes e dotar o serviço com uma sala de emergência com ligação direta ao exterior, permitindo uma maior rapidez no seu acesso e consequentemente uma maior rapidez na prestação de cuidados médicos”.

Além destas melhorias, o projeto prevê ainda a ampliação da urgência para a zona do atual refeitório com o intuito de aumentar a capacidade da respetiva sala de observação, passando das atuais 16 camas para 24.

Em declarações à Lusa, Elsa Baião, presidente do conselho de administração, explicou que tendo em conta que o refeitório vai ser deslocalizado, o CHO lançou um concurso no valor de 160 mil euros para que as novas instalações sejam construídas nas traseiras do edifício principal.

Estas obras tiveram início no passado dia 18 de fevereiro. Veja as imagens partilhas na rede social Facebook do Centro Hospitalar do Oeste:

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here