publicidade

Nos dias 19 e 20 janeiro, decorreu na ESCO uma formação em Cidadania Inclusiva, especialmente destinada aos delegados de turma, à representante dos alunos no conselho Pedagógico e para a Associação de Estudantes. No grupo estavam também algumas alunas do 3ºano que estão a desenvolver a sua Prova de Aptidão Profissional na área do Turismo Inclusivo.

A formação foi moderada por Dinis Duarte, enquanto dinamizador do Programa BRENDAIT – Building a Regional Network for the Development of Accessible and Inclusive Tourism (construção de uma rede de turismo inclusivo e acessível) e contou com a presença de vários convidados portadores de deficiência, mas que têm uma profissão e estão perfeitamente integrados na sociedade.

Assim, no primeiro dia, recebemos a visita de um ex-aluno da ESCO, o Augusto, que é deficiente visual e tem como profissão ser DJ, e o Ivo, que é deficiente motor e funcionário da Câmara Municipal de Torres Vedras. No segundo dia, visitaram-nos a Anabela, deficiente auditiva, acompanhada pelo filho que é bilingue, pois domina a linguagem oral e, simultaneamente, a linguagem gestual e o Gonçalo, que veio acompanhado pela namorada, sendo os dois portadores de deficiência intelectual.

A partilha das experiências de vida destes convidados foi fundamental para suscitar nos jovens a vontade de serem embaixadores da causa e de perceberem a importância de todos adquirirem competências de relacionamento para com as pessoas com necessidades especiais. Desta formação saiu a vontade explícita de disseminar os conhecimentos adquiridos aos restantes alunos da ESCO e, em grupo, propuseram ações concretas para desenvolverem na ESCO em prol de todos os que têm alguma deficiência.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.