Oliveira, da Academia Joaquim Agostinho, é Vice-Campeão Nacional
publicidade

Pedro Oliveira foi um dos atletas da academia torriense que estiveram em competição, num fim-de-semana dedicado à atribuição dos títulos de campeão nacional nas variantes de fundo e contra-relógio.

O atleta Pedro Oliveira da Academia Joaquim Agostinho sagrou-se vice-campeão nacional de contra-relógio individual na classe master 60, em prova realizada este sábado na cidade alentejana de Reguengos de Monsaraz.

Pedro Oliveira foi um dos vários atletas da academia torriense que estiveram em competição, num fim-de-semana dedicado à atribuição dos títulos de campeão nacional nas variantes de fundo e contra-relógio.

Pedro Oliveira Vice-Campeão Nacional

O atleta de Alcobaça foi segundo classificado, concluindo os 21,4 quilómetros de prova em 33 minutos e 20 segundos. Na mesma classe competiram também os atletas Jaime Ambrósio e António Garcia, tendo estes alcançado o 6º e 7º melhor tempo respetivamente.

Sílvio Serrenho optou por participar apenas na prova de fundo onde obteve o 7º lugar. Já em master 50, Carlos Esteves foi 6º classificado no contra-relógio e 11º na prova de fundo.

Em Belmonte correram-se os campeonatos nacionais das mesmas disciplinas em femininos e sub-23 masculinos. Nos sub-23 a academia esteve representada por 9 atletas da Sicasal-Constantinos-Delta Cafés. Marvin Scheulen, Iúri Leitão e Francisco Morais participaram no contra-relógio individual, obtendo o 7º, 8º e 11º lugares respetivamente.

Já na prova de fundo viveu-se uma corrida muito agitada desde o primeiro quilómetro, com os atletas “torrienses” representados em todas as fugas na busca do objetivo em levar Marcelo Salvador e Daniel Silva à disputa pela vitória final. Ao quilómetro vinte formou-se uma fuga com 14 atletas onde estavam os principais favoritos e os elementos da equipa de Torres Vedras Marcelo Salvador, Francisco Morais e Iúri Leitão.

Marcelo Salvador em perseguição ao novo Campeão Nacional

Tudo corria como planeado, mas a dureza do percurso e o calor extremo que se fez sentir naquela cidade medieval do sopé da Serra da Estrela, acabaram por ser adversários extra que fizeram a diferença para os atletas mais fortes, com Marcelo Salvador a ser o 9º atleta mais rápido a cruzar a meta.

Um resultado bastante positivo face à concorrência de atletas com grande experiência internacional e ao qual se juntam os grandes desempenhos de Miguel Salgueiro, Francisco Morais, Iúri Leitão e Marvin Scheulen, que trabalharam bastante sobre temperaturas de quase 40 graus, terminando a prova em 11º, 19º, 20º e 21º respetivamente.

Iuri Leitão no exercicio do Contra-Relógio

Em femininas, Inês Pereira estreou-se sexta-feira com as cores da Academia Joaquim Agostinho no exercício de contra-relógio individual. Apesar dos vários problemas mecânicos com que foi confrontada durante percurso, a atleta de Alverca viria a ser a 8ª mais rápida da competição.

Na prova de fundo disputada no sábado, Diana Pedrosa foi a 8ª melhor elite numa competição que teve como vencedora a atleta torriense Daniela Reis, que no dia anterior já tinha garantido também o título de campeã nacional de contra-relógio.
Na classe master 30, Catarina Simões e Carla Oliveira foram as atletas que representaram a academia, alcançando a 6ª e 7ª posição na geral da sua categoria.

Diana Pedrosa foi 8ª em Elites

Créditos de Imagem: João Fonseca e Eduardo Campos

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here