publicidade

A Freguesia de S. Pedro da Cadeira acolheu a realização da sétima sessão de participação do Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Torres Vedras 2016, que decorreu ontem, 28 de novembro, no Polivalente do Futebol Clube de São Pedro da Cadeira.

Nesta sessão foram apresentadas 37 propostas, em 10 mesas, sendo 7 propostas apresentadas em plenário e 6 propostas aprovadas (dado que a recontagem posterior à sessão, permitiu validar a votação e confirmar o resultado ex aequo de duas propostas em 5º lugar). Foram apurados 222 votos e houve lugar à junção de algumas propostas em plenário pela sua semelhança.

As 6 propostas mais votadas foram as seguintes:

 

1ª Proposta

Obras de melhoramento e reabilitação no Centro Acolhimento S. Pedro da Cadeira

Proponente: António Antunes

N.º de votos: 63 votos

 

2ª Proposta

Espaço verde (construção) em S. Pedro da Cadeira

Proponente: Isabel Dias

N.º de votos: 50 votos

 

3ª Proposta

Aquisição de carrinha de 9 lugares para transporte de utentes do Futebol Clube de S. Pedro da Cadeira

Proponente: Artur Silva

N.º de votos: 47 votos

 

4ª Proposta

Projeto para Parque Verde em S. Pedro da Cadeira

Proponente: Célia Santos

N.º de votos: 27 votos

 

5ª Proposta

Legalização da Associação de Cambelas juntamente com um ringue

Proponente: Álvaro Gaiteiro

Nº de votos: 14 votos

 

Ex aequo com

Espaço multiusos junto ao Salão Paroquial

Proponente: Joaquim José Santos

N.º de votos: 14 votos

 

As 6 propostas aprovadas serão sujeitas a avaliação técnica em janeiro 2017 e, se passarem na avaliação técnica, integrarão a listagem de propostas que irão a votação final. Em março 2017 decorrerá a votação final e a inclusão no Orçamento da Câmara Municipal.

A Câmara Municipal de Torres Vedras realiza pela 2ª vez o Orçamento Participativo (OP), iniciativa pela qual os munícipes de Torres Vedras propõem, discutem e elegem projetos que a autarquia concretizará. Ao OP 2016 é atribuído o montante de €250 000 para financiar os projetos, de diversas áreas de intervenção, que os cidadãos elegerem como prioritários. Qualquer eleitor recenseado no território municipal pode e deve apresentar as suas propostas, em sessões de participação que acontecerão até 16 de dezembro, em todas as freguesias do concelho.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.