Overule e Virgul no Santa Cruz Ocean Spirit.
publicidade

O nevoeiro ameaçava invadir a Aldeia Neptuno, mas a verdade é que São Pedro até deixou que se andasse em manga curta no areal da Praia Centro, onde decorre a décima edição do Santa Cruz Ocean Spirit. A noite de ontem arrancou ao som do estilo característico de Lado B, enquanto se aguardavam os cabeças de cartaz, bem conhecidos no mundo da música.

Overule ocupou a “cabine” do Palco Neptuno enquanto Virgul deu cartas no microfone – assim como na pista, ao mostrar, em cima do palco, como se dança ao som de ritmos tão distintos como o hip-hop, o reggae ou o R&B. Foi há dez anos, contam, que retomaram “esta coisa de DJ e MC.” Virgul explica que se trata de uma junção de energias que “puxa ainda mais pelas pessoas” e que, por essa razão, o convite para actuarem no festival santacruzense fez todo o sentido.

“É um trabalho que andamos a fazer há muitos anos e que acabou por culminar nesta festa, onde nunca tínhamos estado” acrescenta Overule que, no final da noite, confessou ao Torres Vedras Web. “Foi a primeira vez que cá estivemos e gostámos imenso.” Virgul, no entanto, conta que “soube a pouco.” É que, como explica, o espectáculo que trouxeram ao Ocean Spirit foi mais curto do que o habitual, deixando público – e os dois artistas – com ‘água na boca’ para dançar o resto da noite.

"Foi a primeira vez que cá estivemos e gostámos imenso" contam Overule e Virgul no Santa Cruz Ocean Spirit
Overule e Virgul foram os cabeça de cartaz da última noite do Ocean Spirit. Foto: Rita Alves dos Santos

Um refresh da música electrónica

O dancehall, o R&B e o hip-hop têm sido presença assídua nos pratos de quem passa pelo Palco Neptuno. Ritmos musicais que não são novos, mas que têm vindo a ocupar um espaço cada vez maior na electrónica nacional. “Acho que a evolução que está a acontecer neste momento, a nível de música urbana e desses estilos, é apenas um refresh associado à música electrónica” explica Overule, que conta com uma média de 150 actuações por ano em pistas um pouco por todo o mundo.

“Estão a pegar em estilos que já se ouviam há dez anos atrás e a dar um pequeno refresh associado à música electrónica.” Algo que acaba por resultar na perfeição em festivais como o Ocean Spirit já que “acaba por ter mais power.” “Acima de tudo”, acrescentam, “as pessoas têm vindo a ouvir cada vez mais música urbana.”

"Foi a primeira vez que cá estivemos e gostámos imenso" contam Overule e Virgul no Santa Cruz Ocean Spirit
“I Need This Girl”, novo single de Virgul, agitou a “pista de pé” na areia da Praia Centro. Foto: Rita Alves dos Santos

O espectáculo que trouxeram à Aldeia Neptuno foi um dos últimos momentos de Virgul enquanto MC, antes de voltar a concentrar esforços na sua carreira a solo. “Vêm aí muitas coisas novas” conta o músico que passou por formações como os Da Weasel ou os Nu Soul Family. “Tenho o MEO Sudoeste para fazer a solo, que era um desejo que tinha desde o ano passado, quando participei num concerto dos D.A.M.A. Pus isso na minha cabeça, era um objectivo meu estar lá, a solo com o meu concerto, em 2016. E vou lá estar” remata.

“Respiro fundo e lembro-me da força. Guardo dentro do meu corpo, espero que ela ouça…” O refrão de “Força”, um dos êxitos dos Da Weasel reunia o coro afinado das milhares de pessoas que rumaram ao Ocean Spirit na noite passada. O novo single do músico também não podia faltar, com “I Need This Girl” a agitar a “pista de pé” na areia da Praia Centro. Com o Verão repleto de datas pela frente, Virgul promete focar-se na carreira a solo e deixa a expectativa de um novo single no final de Setembro.

Se o cantor passa pela Zambujeira do Mar a 4 de Agosto, Overule lembra que tem actuação marcada para dois dias depois. “Se calhar ainda vou lá pegar no microfone um bocadinho” atira Virgul entre risos, no estilo descontraído com que nos brindaram no final do concerto. Uma conversa que se fez ao som do ritmo contagiante de Van Breda, que encerrou a noite com os maiores êxitos do hip-hop nacional e internacional.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here