publicidade

A Câmara de Peniche vai assinar na terça-feira o contrato de consignação para iniciar a construção do Centro Cívico e Intergeracional, que inclui a nova biblioteca municipal, por 3,2 milhões de euros, disse hoje o presidente.

A empreitada vai ser consignada no valor de 3,2 milhões de euros, sendo comparticipada em dois milhões de euros por fundos comunitários, explicou à agência Lusa Henrique Bertino (Grupo de Cidadãos eleitores por Peniche), presidente deste município do distrito de Leiria.

Em janeiro de 2020, o executivo municipal decidiu lançar o concurso público, no valor de 3,5 milhões de euros, e declarou a caducidade do anterior concurso, que tinha sido lançado em 2017 no valor de 2,8 milhões de euros.

“O único concorrente, que aceitou executar a obra por esse valor e que foi o selecionado, não apresentou a caução a que estava obrigado”, explicou na altura Henrique Bertino.

O município necessitou de rever também o custo da obra, aumentando-o para 3,5 milhões de euros, para “dar oportunidade a mais concorrentes”, acrescentou.

Com um prazo de execução de um ano, o Centro Cívico e Intergeracional vai permitir não só concretizar um anseio do município com mais de 10 anos, como também reabilitar uma antiga central elétrica da cidade e contribuir para a requalificação urbana dessa zona da cidade.

Trata-se de um projeto considerado de conhecimento e convívio entre várias gerações, dotado de auditório com capacidade para 190 pessoas, biblioteca, espaço internet, centro de recursos multimédia, espaço para escola de dança e centro de convívio para idosos.

A obra chegou a ser lançada há mais de 13 anos pela câmara socialista de então, liderada por Jorge Gonçalves, mas veio a parar por falência do empreiteiro. Entretanto, o município teve de reformular o projeto.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here