publicidade

O concelho conta com mais uma escola de “nova geração”. Trata-se da Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim-de-Infância da Ponte do Rol, a qual foi inaugurada no dia 13 de setembro.

Este estabelecimento de ensino está instalado numa nova zona de equipamentos desta localidade, na qual serão também edificadas as futuras instalações da Associação de Solidariedade e Ação Social da Ponte do Rol e onde já se situa o complexo desportivo do GDRC Ponterrolense, o qual está em construção. Este facto permite aos alunos da recém-inaugurada escola beneficiar das condições proporcionadas por esse espaço desportivo, nomeadamente para as suas atividades (curriculares e extracurriculares).

Com capacidade para 200 crianças e proporcionando excelentes condições de aprendizagem e estadia, a Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim-de-Infância da Ponte do Rol possui um edifício com seis salas de aulas, duas de atividades, uma sala de prolongamento, uma sala polivalente, uma sala de refeições, uma ludoteca/centro de recursos, uma mediateca/biblioteca, uma sala multimédia, salas para auxiliares e professores, uma sala de atendimento, um posto médico, instalações sanitárias, entre outros espaços.

Já a sua zona exterior é composta por uma área de recreio para os alunos do 1.º ciclo do ensino básico onde se situa um campo de jogos, uma outra área de recreio que conta com um anfiteatro, uma área de recreio para o ensino pré-escolar, uma área de horta-jardim e uma área de estacionamento. Na zona de entrada deste estabelecimento de ensino foi instalada uma peça da autoria do artista ponterrolense Nuno Vaza, intitulada “Gira que Gira”, a qual tem a mais-valia de proporcionar aos alunos do mesmo a aprendizagem dos pontos cardeais.

Na inauguração desta escola esteve presente Ana Abrunhosa (presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro), que proferiu um breve discurso, à semelhança de Elisabete Jerónimo (presidente do Agrupamento de Escolas Vítor Melícias), Hélio Gomes (presidente da Junta da Freguesia da Ponte do Rol e autor do respetivo projeto) e Carlos Miguel (presidente da Câmara Municipal). Ainda antes dos discursos, o patrono do referido agrupamento de escolas realizou a bênção da obra, em simultâneo com uma bênção enviada do Alto pelo próprio próprio S. Pedro, que, em jeito de partida de final de período estival, brindou o ato inaugural da mesma com chuva persistente. De referir ainda que esse ato contou com atuações da Banda da Juventude Musical Ponterrolense e do grupo Rufos & Roncos.

O custo desta obra ascendeu a 1.648.948 euros (comparticipado em 70% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional por intermédio do Programa Operacional Regional do Centro – Mais Centro, o qual decorre do Quadro de Referência Estratégico Nacional).

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.