publicidade

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, esteve presente como convidado na oitava sessão da iniciativa “Tendências Globais 2030 – Os Futuros de Portugal”, que está a decorrer na Fundação de Serralves, no Porto.

“Estudo de caso: a tragédia dos refugiados e a resposta internacional” foi o tema dessa sessão realizada no dia 25 de janeiro e que teve como orador António Guterres (ex-Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados) e moderador Luís Braga da Cruz (ex-presidente da Fundação Serralves).

Nesta iniciativa foi debatida “uma das consequências mais dramáticas da fragmentação e da violência em várias regiões do mundo” que é “o crescente número de refugiados e deslocados. Estima-se que 60 milhões de pessoas sejam forçadas a viver fora das suas casas, dos quais 20 milhões de refugiados. Ao mesmo tempo, muitas das nações mais ricas recusam-se a assumir as suas responsabilidades e as organizações humanitárias, mesmo as que pertencem ao sistema das Nações Unidas, não encontram os meios necessários para socorrer as vítimas”.

O ex-primeiro-ministro português, António Guterres, declarou na ocasião que “as coisas em vez de estarem a melhorar estão a piorar”, salientando que o drama dos refugiados é uma “tragédia” e um “mau sintoma” da situação atual de um mundo “cada vez mais perigoso”. Na sua opinião, a Europa tem uma “necessidade vital” de acolher os refugiados devido a questões demográficas e deve fazê-lo de forma organizada, em vez de sofrer “efeitos de uma situação caótica” que ninguém controla.

De referir que o mencionado ciclo de conferências tem como objetivo identificar e discutir tendências globais nos domínios político, económico, tecnológico e da segurança, e o seu impacto no futuro dos portugueses e da sua democracia.

Recorde-se que o concelho de Torres Vedras acolheu recentemente uma família refugiada que chegou à Europa atravessando o Mediterrâneo, tendo a Câmara Municipal de Torres Vedras também apoiado esse processo.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.