Primeiros kits de educação ambiental já foram entregues aos alunos do Oeste
publicidade

“Um kit que ensina não só como fazer a reciclagem, mas também a perceber e a conhecer a Região Oeste”, afirmou o Presidente da OesteCIM, Pedro Folgado na cerimónia.

Esta quarta-feira, a Comunidade Intermunicipal do Oeste, em parceria com a ERP Portugal e a Novo Verde, entregou kits de educação ambiental a uma turma do 4º ano dos 12 municípios da Região
Oeste, numa iniciativa que decorreu no Polidesportivo Municipal da Lourinhã.

O projeto vai entregar cerca de 4000 kits e faz parte do conjunto de iniciativas de educação para a economia circular, realizadas e previstas no âmbito do protocolo celebrado em 2018 entre a OesteCIM e a Novo Verde, em vigor até 2021.

Alinhada com as políticas públicas nacionais e europeias, a iniciativa teve por objetivo promover a adoção do comportamento de reciclagem e consequente alcance das metas nacionais estabelecidas até 2020, sem esquecer o compromisso de neutralidade carbónica e a progressiva eliminação do uso de plástico.

Coube ao Presidente da Câmara Municipal da Lourinhã dar início à cerimónia, num discurso em que reforçou a importância do trabalho desenvolvido pelas escolas para que os alunos cheguem a casa e
imprimam na família a dinâmica da reciclagem e da economia circular. “Desejo que, em conjunto, consigamos implementar a transformação que o Planeta precisa”.

O Presidente da OesteCIM, Pedro Folgado, aproveitou para salientar o facto de se tratar de um evento intermunicipal que afirma a identidade do Oeste e o trabalho em conjunto que tem vindo a ser desenvolvido, entregando aos alunos “um kit que ensina não só como fazer a reciclagem, mas também a perceber e a conhecer a Região Oeste, que é hoje uma referência nacional e internacional.”

Ricardo Neto, Presidente da Novo Verde, sublinhou o facto de Portugal não estar a cumprir as metas de reciclagem de hoje, e que “as que estão para vir são brutais, sendo nos jovens que temos de
depositar a nossa esperança”.

A cerimónia contou com a peça de teatro “Em busca do Depositrão perdido”, com vista à introdução e reforço de boas práticas, nomeadamente no que respeita à separação e reciclagem de resíduos.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here