publicidade

Dois homens vão aguardar julgamento em prisão preventiva por suspeitas da autoria de um assalto por esticão e vários crimes de furto qualificado nos concelhos do Bombarral, Caldas da Rainha e Óbidos, foi hoje anunciado.

Depois de presentes a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Caldas da Rainha na quinta-feira, os dois homens, de 22 e 35 anos, ficaram sujeitos a prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, segundo foi hoje divulgado na página da Internet do Ministério Público da Comarca de Leiria.

Em maio, os dois suspeitos, atuando em conjunto, “arrancaram por meio de esticão e apoderaram-se de um fio a imitar ouro que a vítima trazia ao pescoço, quando esta circulava a pé”, no Bombarral, no distrito de Leiria.

Os dois homens, entretanto constituídos arguidos, são ainda suspeitos de cinco crimes de furto, quatro deles qualificados, todos praticados entre 26 de agosto e 21 de dezembro deste ano no Bombarral, Caldas da Rainha e Óbidos.

Nestes concelhos, dirigiram-se a vários veículos que se encontravam estacionados na via pública, partiram os respetivos vidros e deles retiraram os objetos e dinheiro que se encontravam no seu interior, no valor global de sete mil euros.

Ambos já tinham sido condenados por crimes de furto e, um deles por roubo, em penas efetivas de prisão.

A investigação é dirigida pelo Ministério Público das Caldas da Rainha do Departamento de Investigação e Ação Penal da Comarca de Leiria, com a coadjuvação do Núcleo de Investigação Criminal das Caldas da Rainha da GNR.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here