publicidade

A presidente da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) disse hoje que o regulador não tem qualquer sinal de que a privatização dos CTT tenha tido “impacto na qualidade do serviço”, nem registou aumento de reclamações.

Fátima Barros falava na comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas, no âmbito da apresentação do plano plurianual de atividades e a programação do seu desenvolvimento.

“Não temos sinais de que a privatização dos CTT tenha tido um impacto na qualidade do serviço” dos Correios, disse.

Também “não tivemos aumento de reclamações”, acrescentou a responsável.

Relativamente à racionalização da rede que aconteceu após a privatização, a presidente da Anacom viu isso como algo previsível, tendo em conta a “queda de tráfego postal”.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.