publicidade

A presidente da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) disse hoje que o regulador não tem qualquer sinal de que a privatização dos CTT tenha tido “impacto na qualidade do serviço”, nem registou aumento de reclamações.

Fátima Barros falava na comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas, no âmbito da apresentação do plano plurianual de atividades e a programação do seu desenvolvimento.

“Não temos sinais de que a privatização dos CTT tenha tido um impacto na qualidade do serviço” dos Correios, disse.

Também “não tivemos aumento de reclamações”, acrescentou a responsável.

Relativamente à racionalização da rede que aconteceu após a privatização, a presidente da Anacom viu isso como algo previsível, tendo em conta a “queda de tráfego postal”.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.