publicidade

Fotogaleria: O Continente está a realizar um conjunto de mercados de vinhos regionais em 12 localidades, entre março de 2018 e março de 2019.

A iniciativa reúne quatro produtores de Lisboa, Adega Mãe; Adega de Dois Portos; Casa Santos Lima e Quinta do Sanguinhal, que aceitaram o desafio de proporcionar degustações dos seus produtos, revelar pormenores da sua produção e esclarecer as dúvidas dos visitantes.

O objetivo é promover os produtores de vinhos locais, parceiros do Continente, através de mercados realizados em ambiente de loja, nos quais os produtores vão ter a oportunidade de dar a conhecer os seus produtos, através de provas e da apresentação dos vinhos aos clientes.

A loja Continente Modelo de Torres Vedras recebe o Mercado de Vinhos Regional entre os dias dias 28 e 30 de setembro.

Ontem, 28 de setembro, foi a inauguração do Mercado de Vinhos Regional em Torres Vedras e o momento contou com a presença de vários produtores de vinho da Região de Lisboa, da Vereadora Ana Umbelino e de representantes de várias associações da região, nomeadamente da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa e da Associação de Agricultores de Torres Vedras

De um total de 77 referências de vinhos de Lisboa provenientes de 17 produtores locais, 7 dos quais exclusivos nas lojas da região e restantes com representação na gama nacional;

O Continente revela que, em 2017, as 77 referências representaram vendas na ordem dos 2,6 milhões de garrafas, mais 24 % que no ano anterior, mostrando a tendência de crescimento desta região.

Destas 77 referências, 34 destes vinhos estão presentes em exclusivo nas lojas da região, representando cerca de 27 mil garrafas vendidas anualmente.

A região vitivinícola de Lisboa, conhecida pela frescura e excelente acidez natural dos seus vinhos, com boa estrutura e potencial de guarda, possui um grande número de regiões demarcadas, algumas das quais estão entre as mais antigas de Portugal. Assim sendo, a região de Lisboa contempla 9 denominações de origem: Alenquer, Arruda, Bucelas, Carcavelos, Colares, Encostas d’Aire, Lourinhã, Óbidos e Torres Vedras e ainda a indicação geográfica homónima (“Vinho Regional Lisboa”).

Na zona Sul da região encontram-se as zonas vitícolas de três Denominações de Origem (DOC) conhecidas pela sua tradição e prestígio: Bucelas, Carcavelos e Colares.

Na parte central da região, encontramos as mais vastas manchas de vinha desta região, instaladas nas encostas suaves das colinas, onde foram reconhecidas pelas suas características de elevada qualidade as Denominações de Origem (DOC) “Alenquer”, “Arruda”, “Torres Vedras” e “Óbidos”.

Junto ao mar é de referir uma zona produtora de vinhos particularmente vocacionados para a produção de aguardentes de qualidade e que mereceram o reconhecimento da Denominação de Origem “Lourinhã”.

Na zona mais a Norte, distingue-se uma vasta região de vinha que se estende desde as encostas das serras dos Candeeiros e de Aires até ao mar. Ali, produzem-se os vinhos com direito à Denominação de Origem (DOC) “Encostas d’Aire” as sub-regiões desta DO, “Alcobaça” e “Ourém”.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here