publicidade

No âmbito do projeto “Conhecer para Preservar | Ouriço-do-MAR”, decorreu a ação de formação para professores “Incorporar a Literacia do Oceano na Escola: ondas de mudança nas práticas experimentais”, durante os meses de outubro e novembro. Esta formação teve o apoio técnico do MARE e da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e foi acreditada pela Ordem dos Biólogos.

A formação, que contou com 27 docentes, foi constituída por uma componente teórica, uma saída de campo à Praia Azul e terminou com uma sessão prática no laboratório na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

A ação teve como objetivo aumentar a Literacia do Oceano dos docentes do ensino básico e secundário, valorizar a participação dos cidadãos nos processos de gestão do oceano e dos seus recursos, proporcionar ferramentas teóricas e práticas para o ensino da Biologia, enquadradas nas temáticas da Literacia do Oceano, bem como, a capacitação para o desenvolvimento e implementação de atividades práticas e experimentais em contexto escolar.

O projeto “Conhecer para Preservar | Ouriço-do-MAR”, financiado pelo aviso Smallgrants #3 – Apoio às iniciativas para educação – Literacia do Oceano, é promovido pela Câmara Municipal de Torres Vedras e pretende aumentar os níveis de Literacia do Oceano nas escolas e na sociedade em geral. Este projeto encontra-se a decorrer até dezembro de 2022.

publicidade

Artigo anteriorUnidos por Torres Vedras propõe instalar Desfibrilhadores no concelho
Próximo artigoAções Educativas do Projeto “Life Lxaquila” tiveram início no concelho
Redação
O TORRES VEDRAS WEB é um website de informação, notícias e recursos sobre a cidade, concelho de Torres Vedras e da atualidade em geral. A tua cidade online!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui