publicidade

No início de abril, deverá sair o primeiro número do Jornal do projeto ‘Somos Comunidade”, seguindo-se depois o episódio da TV comunitária.

O Projeto “Somos Comunidade” teve o seu início em outubro de 2021 e é promovido pela Associação ATV – Académico de Torres Vedras, sendo financiado, no biénio 2021-2022, pelo programa Bairros Saudáveis, contando ainda com o apoio da Câmara Municipal de Torres Vedras.

Atua nos territórios da Encosta de São Vicente, nos Bairros da Floresta, Matadouro, Reis, Barreto, Cruz das Almas e dos Amiais, em Torres Vedras, promovendo o exercício da cidadania e a participação ativa da comunidade, “mobilizando para isso as artes e diversas ferramentas e meios de comunicação”, revela o grupo em comunicado.

O projeto pretende lançar uma jornal e uma TV Comunitários, sendo que o primeiro número do Jornal deverá sair já no início do próximo mês.

Foram referenciadas várias pessoas que seriam interessantes de conhecer e falar e começaram as entrevistas. Existe a expetativa de que, com o desenrolar do projeto, consiga-se chegar a um maior número de pessoas e da forma mais aberta e diversificada possível. Da mesma forma, mas em sentido inverso, várias pessoas foram ao encontro do projeto para partilhar informações e/ou fotos”.

O projeto é composto por dez pessoas (voluntários), entre atuais ou antigos (e até futuros) moradores, com raízes afetivas ou profissionais ao território, que vai da Encosta de São Vicente ao Bairro dos Ameais.

Vários profissionais ligados à fotografia, jornalismo e vídeo, “capacitaram o grupo com alguns conhecimentos técnicos, foram eles o Pedro Roque (fotógrafo), o Fernando Moital (dinamizador e ativador de projetos comunitários e de cidadania), a Joana Timóteo (jornalista e animadora, ON FM/Torres Vedras Web), o José Barbieri (Memória Imaterial / Memória Media), o Carlos Fraga (realizador), o Ricardo Martins (ALVA Creative Collab) e o Miguel Horta (mediador cultural)”.

O grupo lança ainda o desafio para quem se quiser juntar. “Já muito foi feito, mas quer-se fazer muito mais e convidar outros tantos a participar. Só se pode «ser comunidade», em conjunto e em presença, se dermos um pouco do nosso tempo, das nossas ideias, do nosso fazer. Dentro das possibilidades e vontade de cada um. De forma positiva e em colaboração“.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here