publicidade

As autoridades colocaram ainda 9 distritos sob alerta laranja.

Esta segunda-feira, dia 12 de dezembro, a Proteção Civil alertou o país que, nas próximas horas, com especial atenção à noite e madrugada, “são expectáveis inundações em áreas urbanas e aumento dos caudais na área metropolitana de Lisboa e bacias do Oeste”.

Com o mar com ondas a rondar os quatro a cinco metros, a Proteção Civil pede à população que “não se aproxime da linha de costa“.

São também esperadas “rajadas de vento até 80kms/h, que podem chegar aos 120 kms/h localmente” na manhã de terça-feira, dia 13 de dezembro, afirmou o comandante nacional da Proteção Civil, André Fernandes.

Nas bacias de rios, André Fernandes destacou a bacia do rio Sorraia, um dos afluentes do Tejo que percorre a lezíria ribatejana, e para as zonas ribeirinhas de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca e Ponte de Lima. “O rio Nabão, o Sorraia, a ribeira de Sor poderão aumentar os caudais, é necessária atenção à possibilidade de cheias e inundações”, disse ainda.

Entre as 16h00 de domingo e as 07h00 desta segunda-feira, foram registadas, em Portugal continental, 526 ocorrências relacionadas com o mau tempo, a maioria no norte do país.

Lisboa está, neste momento, sob aviso amarelo e passa ao nível seguinte de risco, o segundo mais elevado, às 21h00.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here