Quinzena Gastronómica do Carapau do ecoMAR poderá estar de volta no próximo ano
publicidade

Terminou no passado dia 30 de Junho a 1ª edição da Quinzena Gastronómica do Carapau do ecoMAR. Organização admite que “tudo indica que em 2020 teremos nova edição”.

Terminou no passado dia 30 de Junho a 1ª edição da Quinzena Gastronómica do Carapau do ecoMAR promovida pela Agência de Desenvolvimento Costeiro ECOCOAST e operacionalizada pelo Grupo de Ação Local ecoMAR.

A Quinzena do Carapau decorreu em 17 estabelecimentos aderentes que desenvolveram e promoveram pratos recorrendo ao carapau como elemento central, desde o tradicional carapau grelhado até propostas mais contemporâneas.

Do carapau brazeado com saladinha de legumes crocantes e vinagrete balsâmico aos rissóis e pataniscas de carapau como entrada, do filete de carapau com malandrinho de ameijoas e limão, ao carapau com broa ou carapau à Brás como prato principal, foram algumas das propostas especificamente criadas no âmbito da Quinzena do Carapau onde os visitantes degustaram em alguns dos restaurantes aderentes.

A campanha teve uma excelente aceitação por parte do público, com uma procura por parte deste com o propósito de provar os pratos de carapau disponíveis nos estabelecimentos.

Recorde-se que a Quinzena Gastronómica do Carapau foi um evento que pretendeu sensibilizar o público em geral para o consumo do carapau, uma espécie abundante na nossa costa, de elevada qualidade e de grande valor nutritivo, onde a sua disponibilidade no mercado não se encontra em risco de stock.

A mesma teve enquadramento numa campanha nacional intitulada “Carapau é boa onda!” promovida pela DOCAPESCA, sendo esta entidade também parceira da iniciativa levada a cabo pelo Grupo de Ação Local ecoMAR.

Segundo a DOCAPESCA o carapau pode ser considerado um “verdadeiro peixe português, porque representa o que o nosso País tem de melhor: o mar, a genuinidade, a tradição, os sabores intensos, os bons momentos à mesa e a popularidade”.

“Considera-se que esta quinzena dedicada à promoção do carapau, se traduziu numa mais-valia para este território costeiro de Torres Vedras e da Lourinhã, valorizando desta forma um produto capturado na nossa costa bem como estimular e promover a restauração e a hotelaria locais através da gastronomia”, afirma Carla Paulo Rodrigues, Coordenadora da Unidade de Apoio Técnico do GAL ecoMAR.

“Tendo em conta o sucesso atingido da 1ª edição da Quinzena Gastronómica do Carapau tudo indica que em 2020 teremos nova edição”, acrescenta.

O evento contou com o apoio dos Municípios de Torres Vedras e da Lourinhã e teve na rede social Zomato uma coleção própria dedicada.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here