publicidade

A Rede de Bibliotecas de Torres Vedras já se encontra em funcionamento, com um portal online que foi apresentado no final da semana passada. 173 mil documentos constituem o catálogo colectivo agora disponibilizado, composto por obras da Biblioteca Municipal e das 23 bibliotecas escolares do concelho. “Um projecto muito significativo para a promoção da leitura no concelho de Torres Vedras” destacou António Nogueira, da Rede de Bibliotecas Escolares, que consiste na “agilização e racionalização do esforço de cada parceiro.” Foi ainda assinado um acordo de parceria entre o Município e os agrupamentos de escolas Henriques Nogueira, Madeira Torres, Padre Vítor Melícias e São Gonçalo, com o objectivo de “desenvolver acções a nível educativo e cultural.”

Goretti Cascalheira, responsável da Biblioteca Municipal, destacou que a Rede Concelhia é um “trabalho que foi meticulosamente preparado” ao longo de 16 anos. Helena Brígida, também da Rede de Bibliotecas Escolares, lembrou que a Biblioteca Municipal torreense integrou a Rede Nacional de Bibliotecas em 1987 e sublinhou que a São Gonçalo é a escola que tem mais bibliotecas escolares a nível nacional. Além do catálogo digital, o portal apresenta ainda notícias sobre o mundo literário, assim como apresentações sobre cada biblioteca. O projecto prevê ainda disponibilizar documentos e tutoriais para os alunos. Um work in progress que promete concentrar ferramentas para quem lê e estuda no concelho.

“Espero que seja um portal muito pró-activo.” Carlos Bernardes, Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, avançou que “há cerca de 15 dias, acabámos de seleccionar o projecto vencedor para a futura biblioteca da cidade”, que irá ocupar o espaço do Parque de Santiago. O autarca assinalou ainda a eleição de António Guterres como Secretário-Geral da ONU como tendo um “papel importante na promoção da nossa língua” e destacou o exemplo da cidade eslovena de Liubliana. “Fiquei espantado com miúdos de 13 e 14 anos a lerem livros em inglês na paragem do autocarro.”

O lançamento do portal acontece aquando da comemoração dos 20 anos do programa Rede das Bibliotecas Escolares, um projecto que transformou as bibliotecas num espaço repleto de actividades lúdicas e culturais, sempre em torno da literatura, e que se assume como o prolongamento das salas de aula. Diversos professores bibliotecários do concelho marcaram presença na sessão de lançamento do portal. Afinal, cabe a estes profissionais a dinamização e gestão das bibliotecas escolares, que encontram nesta rede uma “extensão” do seu trabalho para “fora de portas”.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.