publicidade

No dia 25 de novembro, sexta-feira, às 21h30, o Auditório do Edifício Paços do Concelho de Torres Vedras acolhe a realização da sessão do projeto “Conversas com Pais”, subordinada ao tema: “Respira sempre pelo nariz? Quem ressona aí em casa?”.

Esta sessão, destinada a encarregados de educação, pais e comunidade educativa, será orientada por Natália Pona (Pediatra) e Rita Sousa Tavares (Médica Dentista).

A respiração nasal é dos fatores mais importantes no desenvolvimento da criança. Por diversos hábitos sociais vai se perdendo e assim criando um padrão de respiração oral. Embora a maioria das crianças e adultos consiga respirar pelo nariz, de uma forma inconsciente respira diariamente pela boca. A respiração oral é por isso já considerado um problema de saúde pública.

Com alertas aos pais e educadores, conseguimos a melhoria de hábitos e do estilo de vida, e assim reverter padrões que muitas vezes nem com cirurgia ficam plenamente resolvidos.

A respiração oral provoca: alteração de postura esquelética além da cervical; astenia/ cansaço/ ansiedade; alteração do padrão de comportamento; roncopatia e apneia; baixa imunidade com recorrentes infeções respiratórias; deficiência em potássio, cálcio, ferro e magnésio; deficiência mastigatória; excesso de saliva – sialorreia; desidratação dos lábios; olheiras profundas; elevado risco de cáries dentárias; alterações esqueléticas da face e posição dentária; enurese noturna.

Numa conversa simples e aberta a todos iremos transmitir formas de corrigir hábitos e posturas e desmistificar a respiração. Compreender as diferenças, as causas e as consequências.

Natália Pona

Pediatra, licenciada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa em 1992, especialista em Pediatria pelo Hospital de Dona Estefânia em 2001.

Assistente graduada no Hospital Dr. Fernando Fonseca onde foi responsável pela consulta de nefrologia pediátrica e pela criação do NENUCO, Núcleo de Estudos NefroUrológicos em Crianças e Outros entre 2001 e 2014. Assistente Livre de Pediatria da Faculdade de Medicina de Lisboa durante 13 anos e responsável pela cadeira de Pediatria do Curso de Terapia da Fala da Escola Superior de Saúde do Alcoitão entre 1997 e 2002. É autora e coautora de diversos artigos científicos em revistas nacionais e internacionais e participa regularmente desde 2004 em ensaios clínicos e outros projetos de investigação. Assume desde 2014 as funções de Diretora Técnica do Campus Neurológico Sénior em paralelo com a sua atividade como pediatra em clínica privada em Torres Vedras.

Rita Sousa Tavares

Médica Dentista desde 2002, especializada em Odontopediatria, Grávidas e Bebés, Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares. Desenvolve o seu trabalho em Clínica Privada assumindo o cargo de Direção Clínica e na ASOT – Associação de Beneficência para a saúde oral Torreense, desde a sua fundação em 2002. Investigadora no Instituto Europeu WSEI – Lisboa, coordena a consulta de prevenção infantil do WSEI. É autora e coautora de diversos trabalhos científicos em congressos nacionais e internacionais e participa regularmente em projetos de investigação na área funcional em crianças e adultos. Tradutora do Manual de Respiração ADENOIDES SEM CIRURGIA, trabalha com o método respiratório de DR. Buteyko.

“CONVERSAS COM PAIS” – O PROJETO

A educação parental é um desafio. Na difícil tarefa de educar, muitas são as dúvidas e as preocupações que assaltam os pais nas questões educativas com que lidam diariamente.

Com o objetivo de apoiar as famílias, a Câmara Municipal de Torres Vedras assume também este desafio desde 2007, proporcionando contextos de promoção de uma parentalidade positiva através do projeto “Conversas com Pais”. Em sessões mensais, com intervenção de especialistas nas mais diversas áreas de interesse na educação das crianças e jovens, é proporcionada a participação ativa, discussão de temas, reflexão e dinâmicas que partem, muitas vezes, da experiência dos pais. Este projeto é para todos aqueles que desejam adquirir conhecimentos específicos e estratégias para ajudarem as suas crianças e jovens a crescer de forma equilibrada e feliz. Pais informados, mais confiantes e descontraídos são meio caminho percorrido para a felicidade mútua.

publicidade

Artigo anteriorMunicípio de Torres Vedras reduz consumos de água e de energia
Próximo artigoTorres Vedras na luta pela fábrica europeia da Tesla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui