Roteiro cultural percorreu as igrejas do centro histórico de Torres Vedras
publicidade

A visita contou também com a participação de um grupo de desenhadores que, ao longo do percurso, elaboraram vários trabalhos que foram expostos na Igreja de Santiago.

No âmbito das Jornadas Europeias do Património, realizou-se, no dia 29 de setembro, uma visita guiada às igrejas de Torres Vedras que foram requalificadas recentemente.

70 participantes deram forma ao “Roteiro cultural pelas igrejas do centro histórico” que teve início na Igreja de Santa Maria do Castelo, seguiu depois para as Igrejas de São Pedro e da Graça e terminou na Igreja de Santiago.

No início da atividade a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Torres Vedras, Ana Umbelino, e o representante da Paróquia de Torres Vedras, Daniel Henriques, proferiram algumas palavras sobre o património religioso da cidade.

Em cada uma das igrejas, Carlos Guardado da Silva, professor da Universidade de Lisboa, fez uma apresentação histórica de um objeto a que se seguiu um momento musical protagonizado pelo Agrupamento Ars Nova.

Este itinerário cultural foi ainda acompanhado por um técnico do Museu Municipal Leonel Trindade que partilhou apontamentos históricos relacionados com a cidade de Torres Vedras.

A visita contou também com a participação de um grupo de desenhadores que, ao longo do percurso, elaboraram vários trabalhos que foram expostos na Igreja de Santiago.

As obras de requalificação da Igreja de Santa Maria do Castelo, da Igreja e Convento de Nossa Senhora da Graça, da Igreja de Santiago e da Igreja de São Pedro tiveram um custo de cerca de 335 mil euros. Nestes três primeiros espaços foram efetuadas pinturas exteriores e no quarto arranjos interiores, nomeadamente a reabilitação da zona do coro e o restauro do órgão.

Créditos de Imagem: Câmara Municipal de Torres Vedras

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here