publicidade

O novo secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, de 58 anos, é advogado e autarca há mais 20 anos, os últimos 11 dos quais como presidente da Câmara de Torres Vedras.

Licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa, Carlos Miguel nasceu e reside em Torres Vedras, onde é desde maio de 2004 presidente da câmara. Na década de 1990, foi membro da assembleia municipal.

Em 2003, chegou à câmara para ser vice-presidente do executivo liderado pelo socialista Jacinto Leandro, que, no ano seguinte, renunciou ao mandato, deixando a autarquia nas suas mãos. Jacinto Leandro era presidente de câmara desde 1995, tendo substituído José Augusto de Carvalho, que assumiu na altura o cargo de secretário de Estado do Ordenamento do Território, com a pasta das Autarquias Locais, num Governo de António Guterres.

Nas eleições autárquicas de 2005, Carlos Miguel candidatou-se e ganhou o município pela primeira vez. Enfrentou três eleições autárquicas, a última das quais em 2013, e prometia levar o atual mandato até ao fim, em 2017, quebrando a tradição dos seus antecessores de deixar a meio o último mandato.

Desde 2013 é também presidente da Comunidade Intermunicipal do Oeste e, desde 2014, presidente da Federação Regional do Oeste do Partido Socialista. É ainda vogal da mesa do congresso da Associação Nacional dos Municípios Portugueses.

Com origens na etnia cigana, ficou conhecido por ser o “advogado dos ciganos”, ao defender as causas desta minoria. Nesse âmbito, chegou a apoiar a Pastoral dos Ciganos.

Foi ainda conselheiro do Alto Comissariado para as Migrações e é membro suplente do Conselho Económico e Social.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here