Seis propostas aprovadas no Orçamento Participativo relativo à Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães
publicidade

Projecto Ser visto – segurança para todos, consiste na instalação de sinais luminosos e sonoros nas passadeiras mais movimentadas da cidade e foi uma das propostas aprovadas.

Decorreu, esta segunda- feira, a oitava sessão de participação do Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Torres Vedras, 3ª edição, que teve lugar no Refeitório da Escola Secundária Henriques Nogueira.

Nesta sessão, relativa à Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães, foram apresentadas 47 propostas, em 12 mesas, sendo 7 propostas apresentadas em plenário e 6 propostas aprovadas (com um total de 333 votos apurados). Houve lugar à junção de propostas em plenário pela sua similaridade.

A primeira proposta aprovada, com 88 votos, diz respeito à Conservação e restauro dos azulejos da escadaria do Convento do Varatojo. O proponente foi Francisco Feliciano.

Com 63 votos a proposta O Social perto de si foi aprovada. Quem propôs foi Judite Bernardes.

Nuno Costa propôs uma viatura para o Sporting Clube de Torres. A proposta foi aprovada com 56 votos.

A quarta proposta mais votada foi de Ana Lourenço, Um gesto por um teto. Foi aprovada com 42 votos.

José Fontes propôs a construção do Museu do Torreense e conseguiu a aprovação com 39 votos.

Por fim, a última proposta aprovada, com 27 votos, diz respeito ao projecto Ser visto – segurança para todos, consiste na instalação de sinais luminosos e sonoros nas passadeiras mais movimentadas da cidade. O proponente foi Fernando Martins.

As 6 propostas aprovadas serão sujeitas a análise técnica de 16 de Junho a 15 de Julho e, se passarem na análise técnica, integrarão a lista de projectos que irá a votação final de 14 de Setembro a 4 de Outubro 2018.

A Câmara Municipal realiza pela terceira vez o Orçamento Participativo (OP), iniciativa pela qual os munícipes de Torres Vedras propõem, discutem e elegem projetos que a Autarquia concretizará. À 3.ª edição do OP é atribuído o montante de 250 000 euros para financiar os projectos, de diversas áreas de intervenção, que os cidadãos elegerem como prioritários.

Qualquer eleitor recenseado no território municipal pode e deve apresentar as suas propostas, nas sessões de participação que decorrem até 13 de Junho, em todas as freguesias do Concelho.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here