publicidade

ÉPOCA 2018 COMEÇOU EM AVEIRO

A equipa Sicasal-Constantinos-Delta Cafés iniciou a atividade competitiva de 2018 no passado domingo, com a participação na Prova de Abertura – Região de Aveiro que percorreu todos os concelhos do distrito num total de 155 quilómetros.

 O objetivo da equipa torriense passava por criar condições ao sprinter Iúri Leitão para que na parte final da corrida este tentasse disputar a vitória, mas a tarefa não se adivinhava fácil, pois devido à intensa perseguição a dois ciclistas em fuga logo a partir do quilómetro 20, a corrida entrou numa toada muito rápida, com as equipas profissionais interessadas na vitória a imprimirem um ritmo forte.
Depois de algumas dificuldades com a passagem nas duas contagens de montanha do dia, alguns atletas ficaram num segundo grupo do pelotão, mas com muito trabalho acabaram por regressar à frente da corrida na tentativa de cumprir com o objectivo da equipa. Infelizmente, e quando apenas faltavam 10 kms para o final, o Iúri ficou envolvido numa queda coletiva que o obrigou a abandonar a corrida, terminando ali as ambições da formação de Torres Vedras.
Daniel Silva acabou por ser o homem mais rápido da equipa terminando na 55ª posição a prova que foi ganha pelo atleta da equipa Portugal, Tiago Machado.
O treinador Hélder Miranda revelou confiança no futuro, afirmando que “o objetivo passava por fazer uma corrida tranquila, resguardados no interior do pelotão, apenas para ganhar ritmo competitivo, principalmente para os nossos atletas mais jovens que vêm dos juniores e precisam de ganhar endurance e confiança.”
Para estes atletas da Academia Joaquim Agostinho-UDO, este foi apenas o inicio de uma longa aprendizagem que prossegue no próximo dia 4 de março, com a participação na Clássica da Primavera a realizar na Póvoa do Varzim.
No sábado que antecedeu a prova, a Federação Portuguesa de Ciclismo realizou uma cerimónia de inicio de época no Centro de Artes de Águeda, na qual apresentou as equipas que vão compor o pelotão em 2018, atribuiu os prémios relativos ao ranking nacional de ciclistas de 2017 e distinguiu três individualidades com o titulo de sócio honorário da instituição, entre eles, o Sr. Comendador Álvaro Santos Silva, administrador da Sicasal, empresa que em muito tem contribuído para o desenvolvimento do ciclismo nacional desde a década de 80 até aos dias de hoje.
publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.