Sicasal/Constantinos/UDO em teste de ferro na véspera da Volta a Portugal do Futuro
publicidade

A equipa Sicasal/Constantinos/UDO participou entre quinta-feira e domingo na 39ª edição do GP Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, prova que antecede a Volta a Portugal do Futuro.

A equipa comandada por Hugo Lúcio esteve presente na prova que recebeu equipas de quatro continentes – África, América, Ásia e Europa – e que tiveram pela frente um prólogo e quatro etapas em linha.

“Foram vários os contratempos para a equipa Sicasal/Constantinos/UDO, desde logo com a lesão do Emanuel Duarte no tendão de Aquiles, passando pelos problemas de estômago do Luís Mendonça, chegando ao Tiago Antunes, que era uma das nossas apostas, e que também se viu obrigado a desistir”, explica Hugo Lúcio.

“Estando a correr em casa tentamos ao máximo conquistar uma camisola, designadamente a das metas volantes, mas infelizmente não conseguimos”, concluiu.

A equipa tem agora um interregno de três dias até o inicio da próxima competição, a 24ª Volta a Portugal do Futuro. Uma competição que vai para a estrada de 14 a 17 de julho e que é exclusiva para corredores da categoria Sub-23. Os jovens heróis têm pela frente um total de 537,1 quilómetros, com início na região das Terras de Sicó, em Soure concretamente, e final na Serra do Larouco, em Montalegre, o segundo ponto mais alto do território continental português.

A Sicasal/Constantinos/UDO estará presente com os atletas Gonçalo Leaça, Marvin Scheulen, Miguel Santos, Diogo Tavares, Tiago Antunes, Rafael Apolinário, e assim recuperem: João Outeiro e Emanuel Duarte.

Hugo Lúcio, treinador da equipa espera: “uma equipa combativa e um lugar no top 10 da geral. Visto que 80% da nossa equipa são atletas de primeiro e segundo ano sub-23 vamos também lutar pela juventude da Volta a Portugal do Futuro”, termina.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here