publicidade

A equipa Sicasal/Constantinos/UDO participou entre quinta-feira e domingo na 39ª edição do GP Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, prova que antecede a Volta a Portugal do Futuro.

A equipa comandada por Hugo Lúcio esteve presente na prova que recebeu equipas de quatro continentes – África, América, Ásia e Europa – e que tiveram pela frente um prólogo e quatro etapas em linha.

“Foram vários os contratempos para a equipa Sicasal/Constantinos/UDO, desde logo com a lesão do Emanuel Duarte no tendão de Aquiles, passando pelos problemas de estômago do Luís Mendonça, chegando ao Tiago Antunes, que era uma das nossas apostas, e que também se viu obrigado a desistir”, explica Hugo Lúcio.

“Estando a correr em casa tentamos ao máximo conquistar uma camisola, designadamente a das metas volantes, mas infelizmente não conseguimos”, concluiu.

A equipa tem agora um interregno de três dias até o inicio da próxima competição, a 24ª Volta a Portugal do Futuro. Uma competição que vai para a estrada de 14 a 17 de julho e que é exclusiva para corredores da categoria Sub-23. Os jovens heróis têm pela frente um total de 537,1 quilómetros, com início na região das Terras de Sicó, em Soure concretamente, e final na Serra do Larouco, em Montalegre, o segundo ponto mais alto do território continental português.

A Sicasal/Constantinos/UDO estará presente com os atletas Gonçalo Leaça, Marvin Scheulen, Miguel Santos, Diogo Tavares, Tiago Antunes, Rafael Apolinário, e assim recuperem: João Outeiro e Emanuel Duarte.

Hugo Lúcio, treinador da equipa espera: “uma equipa combativa e um lugar no top 10 da geral. Visto que 80% da nossa equipa são atletas de primeiro e segundo ano sub-23 vamos também lutar pela juventude da Volta a Portugal do Futuro”, termina.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.