publicidade

“Falar de Amália é falar de nós”, segundo o espetáculo.

O Grupo de Teatro do Centro Social do Ameal leva ao palco do Teatro-Cine de Torres Vedras nos próximos dias 14 e 15 de janeiro, pelas 21h30 e as 17h00, respetivamente, o teatro Amália – 100 Anos de Solidão.

Trata-se de um novo espetáculo concebido por Jorge Cosme, o qual surge na sequência do Amália no meu Coração, apresentado em 2004. 

Acerca do espetáculo Amália – 100 Anos de Solidão é referido o seguinte:

“Falar de Amália é falar de nós. Do Povo que eleva a auto estima com o Futebol… na Fé inabalável que temos em Nossa Senhora de Fátima… e no Fado, que até virou moda.

Pela magia do Teatro, vamos saber como foi a Vida de Amália em tempos de Pandemia e de confinamento. Como é que ela reagiu à Vacinação?

Terá sido ela confundida com negacionista, como quando foi chamada de Fascista nos tempos do PREC?!

Vamos recrear encontros inéditos como: Amália e António Variações na Aula Magna… ou Amália e Marco Paulo juntos no palco da Física, no Festival das Vindimas de Torres Vedras. Quem se lembra?

Temos segredos do coração a revelar, “guardados” como o segredo da receita do Pastel de Feijão! O Centenário do nosso Carnaval, será outro grande momento de celebração da Alegria da Vida!

Nos lamentos poéticos, temos o Fernando Pessoa a reclamar os olhos tristes de Amália”…

O preço dos bilhetes para se assistir ao espetáculo Amália – 100 Anos de Solidão no Teatro-Cine de Torres Vedras é de cinco euros.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here