Teatro-Cine de Torres Vedras fecha primeiro trimestre do ano com
publicidade

O Teatro-Cine de Torres Vedras fecha o primeiro trimestre do ano da melhor forma, com a programação do mês de março a ir do cinema à magia, passando pelo teatro, pela música, pela performance e pela dança.

Peças é uma criação e interpretação de Bruno Humberto que se assume”uma espécie de enciclopédia de pequenas peças resgatadas dos discursos e concretizações artísticas, em destilação contínua, com várias versões de apresentação e formatos temporais”. A peça sobre ao palco a 13 de março, sexta-feira, às 21h30.

Já Minutos Mágicos – O Espetáculo promete encantar a sala com a magia de Mário Daniel, a 14 de março, sábado, às 21h30. Um espetáculo para toda a família que desafia o espectador e os seus sentidos e que promete fazer com que os mais céticos acreditem no “impossível”.

Este mês, o destaque vai para As Crianças Loucas, que vêm a Torres Vedras apresentar a sua primeira criação E todas as crianças são loucas. Uma criação coletiva com texto de João Cachola inspirado em O Coração de Trevas, de Joseph Conrad, e Apocalypse Now,de Francis Ford Coppola, para assistir no dia 20 de março, sexta-feira, às 21h30

21 de março celebra-se o Dia Mundial da Poesia, mas assinala-se também a primeira edição do “Sala de Estar“, um ciclo de serões musicais e de cruzamentos artísticos inesperados, espetáculos intimistas e diálogos improváveis. Na sua primeira edição o ciclo acolhe A Negra (Sara Ribeiro) e Cachupa Psicadélica, que vão oferecer ao público um espetáculo inédito de música, performance e poesia, com início às 21h30.

Os mais pequenos também contam com um dia para si no Teatro-Cine de Torres Vedras. Nascer é uma produção da Associação Cultural Fugir do Medo para crianças até três anos, que sob à cena a 22 de março, domingo, às 16h30.

O último fim de semana do mês abre com Nos Tempos de Gungunhana, uma peça baseada na tradição oral dos contadores de histórias africanos, onde um único elemento se desdobra em vários personagens e retrata alguns dos episódios mágicos paralelos à vida do célebre rei tribal moçambicano Gungunhana. Para assistir a 27 de março, sexta-feira, às 21h30.

Para terminar este trimestre com “chave de ouro”, o Teatro-Cine recebe a Companhia de Dança de Almada que irá apresentar Landings Qu’ils mangent de la brioche: #publicperception, a 28 de março, sábado, às 21h30.

Este mês conta ainda com a seleção do Café com Filmes, que em março apresenta Bergman – Um Ano, Uma Vida de Jane Magnusson (12 de março, 21h00), Os Olhos de Orson Welles de Mark Cousins (19 de março, 21h00) e Varda por Agnès de Agnès Varda (26 de março, 21h00).

[Crédito fotográfico: António Mendes]

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here