publicidade

A cada ano, o mercado dos jogos eletrónicos é fortemente abastecido com novidades. Os lançamentos são responsáveis por uma generosa fatia das vendas, no entanto, existe um segmento onde a nostalgia é quem dá a cara, e os jogos clássicos são a grande atração.

Nesse sentido, quando o assunto são títulos tradicionais, entram na lista tanto os clássicos das consolas, como Tetris, Space Invaders ou Super Mario e os jogos de mesa e cartas que estão inseridos no ambiente digital, como o blackjack e a roleta. Todos estes fazem parte dos primórdios dos jogos eletrónicos e, até hoje, continuam vivos num mercado cada vez mais competitivo.

A nova vida dos clássicos está então ligada principalmente aos avanços tecnológicos que facilitam melhorias, sem a perda da essência. Com base na tecnologia é possível oferecer uma melhor experiência aos utilizadores, além de abrir caminho para conquistar novos jogadores com modos de jogo inéditos. 

O casino na era do digital

Não há dúvidas que os casinos são os estabelecimentos mais conceituados que existem quando falamos em jogos e entretenimento. A popularidade das modalidades nascidas nos casinos é tanta que superou as barreiras do mundo analógico e, apoiada nos avanços tecnológicos, abriu portas ao ambiente digital.

A principal tecnologia que acompanha os casinos online é o RNG, também conhecido como Gerador de Números Aleatórios. Como o próprio nome indica, este software é construído sob um sistema capaz de criar números de forma aleatória. Pode-se dizer que no RNG reside a alma dos jogos online, já que esta tecnologia é a responsável por garantir a justiça do jogo. Sem este sistema, nenhuma modalidade dos casinos poderia ser legal na internet.

Diversas plataformas especializadas, como a PokerStars Casino, oferecem as principais modalidades dos casinos no mundo online, tudo graças à tecnologia RNG. No catálogo estão o blackjack e a roleta, como representantes dos jogos de mesa, e as slots machines, que utilizam as facilidades do ambiente digital para manter o seu espaço no coração dos utilizadores. 

Para conseguir lutar num mercado tão competitivo como o iGaming, as slots apostam na variedade de temas, como as antigas civilizações, séries famosas e grupos musicais, mantendo-se desta forma sempre atualizadas.

Velhos conhecidos, novos ecrãs

Os telemóveis tornaram-se vitais na sociedade atual. De entre todos os dispositivos inventados nas últimas décadas, nenhum conseguiu tamanha dimensão. Estima-se que em Portugal existam mais de 16 milhões de telemóveis, número que supera a população do país, que ronda os 10,5 milhões de habitantes.

O avanço dos smartphones no mundo gaming também é notório. Atualmente, as principais produtoras de videojogos apostam nos títulos para telemóvel. É nesta nova onda que velhos conhecidos voltam a aparecer. Exemplo disso são as aplicações Sonic Dash e Super Mario Run, que oferecem aos utilizadores dois clássicos da consola em versão mobile.

Videojogos ainda mais antigos, como Tetris, também estão em destaque nas lojas de aplicações da Google e da Apple. Para ir ainda mais longe, o famoso jogo de cartas UNO também tem a sua própria aplicação, na qual é possível desafiar jogadores de todo o mundo para uma partida animada.

Ao contrário do que muitos pensam, as novas tecnologias não vieram para enterrar o passado. Na verdade, os avanços tecnológicos ajudam a criar formas de revisitar antigos hábitos, como os videojogos. 

Por mais que a inovação seja o motor que faz a sociedade caminhar para a frente, esta também serve para aprimorar costumes. Um bom exemplo disso são os bancos, que antes eram conhecidos pelas filas e a demora nos processos, contudo, com a criação das aplicações e outras facilidades oferecidas pela internet, as tarefas bancárias tornaram-se algo mais simples e menos custoso.

Com efeito, no mundo gaming, quando a tecnologia é bem utilizada, esta pode ser o ingrediente perfeito para o regresso de um antigo clássico, que nunca perdeu o seu encanto, apenas necessitava de uma atualização para voltar ao sucesso de outrora. E isto não serve apenas para títulos antigos. Recentemente, The Last of Us, apresentado em 2013 e objeto de culto dos fãs da PlayStation, ganhou uma nova versão para a nova consola da Sony, e foi outra vez um sucesso entre os jogadores.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here