publicidade

“Como se trabalha na Escola da Ponte?” foi o mote da tertúlia que decorreu na passada sexta-feira, dia 7 de outubro, no Museu Municipal Leonel Trindade, e que encerrou o conjunto de atividades do programa “Olá setembro! Um regresso à escola para todos”.

Na presença das professoras e coordenadoras do projeto, Ana Moreira e Eugénia Tavares, proporcionou-se um espaço de reflexão onde a curiosidade tomou lugar. Após o jantar, brilhantemente confecionado e servido pela equipa dos refeitórios municipais, aquelas professoras partilharam uma reportagem sobre a Escola da Ponte, claramente elucidativa do trabalho que se faz nesse estabelecimento de ensino. A Escola Básica da Ponte nasceu há 40 anos para promover uma aprendizagem mais autónoma e democrática. Hoje frequentam-na 210 alunos do ensino pré-escolar ao 3.º ciclo do ensino básico. Não estão divididos por turmas, nem realizam os tradicionais testes escritos e os resultados são acima das médias nacionais.

Face a um modelo educativo alternativo e disruptivo, embora já com 4 décadas, as perguntas rapidamente começaram a surgir: “Como avaliam?”; “Como incluem os alunos com NEE?”; “Como gerem os conflitos?”; “Como é que as crianças fazem as aprendizagens sem os manuais?”. Estas e outras questões desencadearam uma profunda reflexão sobre uma prática educativa que se afasta do modelo tradicional mas que, comprovadamente, funciona e tem os resultados à vista.

Depois de um mês de destaque para a educação, no âmbito daquele programa, ao longo do qual foram proporcionadas diversas ações e formações para pais e assistentes operacionais, bem como informações e esclarecimentos à comunidade educativa, a Câmara Municipal de Torres Vedras está certa de que é no empenho e no diálogo permanente com estes e com todos os parceiros locais que irá conseguindo responder aos desafios que são colocados diariamente e, só assim, potenciar o desenvolvimento de uma educação cada vez mais com os olhos postos na qualidade e no futuro das crianças do concelho de Torres Vedras.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.