publicidade

A Câmara Municipal de Torres Vedras publicou a Descrição Económica da Vila e Termo de Torres Vedras, de Manuel Agostinho Madeira Torres. A obra, que integra a coleção Linhas de Torres Vedras, foi lançada no sábado passado, 4 de junho, na Sala de São Gonçalo do Convento de Nossa Senhora da Graça.

Esta edição conta com nota introdutória, transcrição, atualização e índices de Carlos Guardado da Silva, com a colaboração de André Melícias na transcrição. Um trabalho “em benefício da comunidade torriense” que a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Torres Vedras, Ana Umbelino, caracterizou como um “gesto cívico que muito louvamos e nos cumpre enaltecer.”

Afirmando que o livro agora lançado resulta de um projeto desenvolvido ao longo de vários anos, Carlos Guardado da Silva explicou que o texto de Madeira Torres “acrescenta valor, eu diria incomum, à historiografia torriense”. Por sua vez, André Melícias evocou o autor como “um pioneiro da história local deste Concelho”.

Descrição Económica da Vila e Termo de Torres Vedras é a obra de referência de Manuel Agostinho Madeira Torres, assumindo-se como o estudo fundamental da história económica do território, mas também da história da população e do ensino.

Madeira Torres foi pároco de Santa Maria do Castelo, tendo sido sócio correspondente da Academia Real das Ciências a partir de 1817. Viria a publicar a Descrição histórica de Torres Vedras nas Memórias da Academia de Ciências, com a parte histórica e a parte económica publicadas, respetivamente, em 1819 e 1836. É patrono do Agrupamento de Escolas Madeira Torres.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here