Torres Vedras assinala Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto
publicidade

Uma oportunidade para ver, ou rever, o filme O Cônsul de Bordéus.

Torres Vedras vai assinalar o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, no dia 27 de janeiro, com a projeção do filme O Cônsul de Bordéus e a mesa redonda “(Re)pensar a memória do Holocausto hoje: desafios e realizações”, às 15h00, no Teatro-Cine de Torres Vedras.

O Cônsul de Bordéus retrata a vida de Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches, Cônsul de Portugal em Bordéus em 1940, ano em a Alemanha invadiu a França na sequência da Segunda Guerra Mundial.

Ignorando as ordens de Salazar – que havia decretado a “neutralidade” de Portugal -, Aristides de Sousa Mendes concedeu mais de 30 mil vistos de entrada em Portugal a refugiados que pretendiam fugir de França, recusando-se a entregar milhares de pessoas a um destino certo nos campos de concentração nazis.

Confrontado com os primeiros avisos de Lisboa, terá dito: “Se há que desobedecer, prefiro que seja a uma ordem dos homens do que a uma ordem de Deus”. Aristides de Sousa Mendes faleceu na miséria, a 3 de abril de 1954, no hospital dos franciscanos em Lisboa.

As atividades no âmbito do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto são uma organização da Câmara Municipal de Torres Vedras e da Cátedra de Estudos Sefarditas Alberto Benveniste da Universidade de Lisboa, com a parceria da Associação de Professores de História.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here