publicidade

No dia 24 de maio, a presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues, visitou o Centro Operacional Municipal SOS Ucrânia, em funcionamento no antigo edifício dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Torres Vedras. A recolha de artigos no Concelho motivou a criação deste centro, no qual são rececionados, inventariados e armazenados os bens que são distribuídos pelas famílias acolhidas no Concelho ou enviados para campos de refugiados junto à fronteira com a Ucrânia.

Em abril deste ano, o centro foi instalado no antigo edifício dos SMAS de Torres Vedras, onde foram rececionados 47 pedidos de apoio por parte de 44 famílias ucranianas. Os pedidos são principalmente de bens alimentares, produtos de higiene, vestuário, roupa de casa e calçado. O espaço funciona com o apoio de oito voluntários, que recebem e organizam os bens, e está aberto às terças e quintas-feiras, das 10h00 às 12h00 e das 18h00 às 20h00.

Desde o início do conflito entre a Rússia e a Ucrânia, o Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM) efetuou 223 atendimentos, permitindo intervir junto de 156 cidadãos ucranianos, dos quais 60 são menores. Os atendimentos relacionam-se com apoio para registos de proteção temporária, encaminhamento para apoio alimentar, integração na escola, procura de habitação e inscrição no Centro de Emprego.

No âmbito do Programa de Emergência Alimentar, Habitacional e Social, 101 cidadãos ucranianos foram apoiados, maioritariamente através da atribuição de vales para aquisição de bens de primeira necessidade, mas também através de apoio para o pagamento de renda ou do passe mensal.

Os pedidos de apoio para procura de habitação e para pagamento de renda têm vindo a aumentar. Até ao momento, foram acionadas quatro resposta da Bolsa Habitacional temporária, disponibilizada pelos munícipes.

Até à data, as escolas do Concelho receberam 67 pedidos de integração de alunos.

Os cursos de língua de acolhimento para adultos continuam a decorrer, sendo promovidos pela Escola Secundária Henriques Nogueira e pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional. No âmbito do Plano Municipal para a Integração de Migrantes, da responsabilidade do Município, está também a decorrer um curso dinamizado pela Dianova, no qual se contabilizam alguns participantes ucranianos.

O Centro Operacional Municipal SOS Ucrânia encontra-se a necessitar de alguns bens, nomeadamente produtos alimentares (enlatados de atum, salsichas, feijão, grão, cogumelos e fruta, açúcar, farinha, óleo, azeite, massa, arroz, leite e café solúvel), de higiene pessoal (papel higiénico, desodorizante e gel banho) e de limpeza da casa (detergentes e outros). Os bens devem ser entregues nas juntas de freguesia.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here