publicidade

A Associação de Educação Física e Desportiva de Torres Vedras reuniu no início desta semana, dia 15 de novembro, os seus sócios para análise e aprovação do relatório e contas do último ano, período de 1 de setembro de 2020 a 31 de agosto de 2021.

Em comunicado enviado às redações, a Associação frise que foi “uma época que enfrentou várias restrições e limitações a nível laboral e desportivo, mas que não deixou de ser um ano cheio de expectativa e esperança para todos os que fazem parte da Associação”.

Pelo quinto ano consecutivo, a Física apresentou resultados positivos, “fruto de uma gestão rigorosa e da dedicação dos demais trabalhadores da Física”.

O relatório e as contas da Associação do último ano foram aprovadas por unanimidade. O Conselho Fiscal, liderado por Francisco Manuel Fernandes, não deixou de destacar o trabalho extraordinário que tem sido apresentado ao longo destes mandatos, levando-o a propor um voto de reconhecimento à direção da Física. Também o Presidente do Conselho Consultivo, Nuno Amado, propôs um voto de louvor ao trabalho da direção, que foi aprovado por Unanimidade e Aclamação.

Sérgio Galvão, atual presidente da A.E.F.D., depois de apresentar o documento e fazer um balanço dos anos de mandato, afirma ser “um orgulho apresentar resultados como estes, demonstrando como prioridade o equilíbrio financeiro da Associação”.

A caminho dos 12800 sócios e com o número de atletas a subir, a Física, apesar de ter visto alguns dos seus eventos adiados, como a Gimnoeste, e vários eventos desportivos e competitivos cancelados ao longo da época, conseguiu adaptar-se e manter a sua aproximação aos sócios, marcando uma presença online cada vez maior.

Exemplo disso, foram as várias aulas online disponibilizadas pelos treinadores, as entrevistas realizadas a atletas da associação, a partilha das várias modalidades da Física e, nomeadamente, a Gala Online – Mens Sana In Corpore Sano, que permitiu a sua celebração junto dos seus associados.

Os 40 anos da Escola de Música da Física foram marcados com a atualização do seu nome e da sua imagem – Conservatório de Música da Física de Torres Vedras Luís António Maldonado Rodrigues – mantendo o rigor e disciplina que nos tem acompanhado ao longo destas 4 décadas. Já na área da saúde, foram destacados os dois polos do Espaço Saúde Física, em Torres Vedras e Silveira.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here