Torres Vedras foi pioneira em iniciativa na área de Economina Social
publicidade

A iniciativa “Território de Impacto de Torres Vedras” foi desenvolvida durante o ano, com a particularidade de ter sido pioneira em Portugal.

Capacitar, de forma gratuita, as organizações do território do concelho de Torres Vedras, nomeadamente as que trabalham na área da Economia Social, de forma a promover a sua melhoria interna, assim como a melhoria das formas de intervenção e dos serviços prestados – tornando-as mais capazes para atuar num meio onde fatores como a inovação social, o desenvolvimento organizacional e a capacidade de comunicar e interagir com todas as partes interessadas é cada vez mais determinante na sustentabilidade e crescimento das mesmas -, foi o objetivo desta iniciativa, que se inseriu no âmbito da Comunidade Impacto Social, a qual conta com a 4Change, a CASES – Cooperativa António Sérgio para a Economia Social, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e a Fundação Montepio como promotores nacionais.

“Território de Impacto de Torres Vedras” foi uma iniciativa liderada pela Câmara Municipal de Torres Vedras, tendo sido a primeira do género realizada no âmbito da referida comunidade.

Teve início com a realização de quatro workshops de capacitação, no auditório do Edifício dos Paços do Concelho de Torres Vedras, os quais tiveram como temáticas “Avaliação de Impacto”, “Teoria de Mudança”, “Impacto Coletivo” e “Modelos de Negócios Sociais”. Estes workshops permitiram capacitar as entidades participantes, facultando-lhes algumas ferramentas no âmbito dos temas trabalhados. Assim, criou-se uma comunidade de prática na qual as entidades foram convidadas a aplicar desafios a projetos já em implementação ou em fase de construção, tendo sido disponibilizado apoio técnico para a aplicação das metodologias e ferramentas mais adequadas. As entidades participantes conseguiram, consequentemente, construir um dispositivo de materiais de ajuda ao diagnóstico, planeamento, avaliação e captação de financiamentos.

Contabilizaram-se cerca de 25 participantes por workshop, principalmente técnicos de instituições particulares de solidariedade social, de autarquias e de associações, tais como: Académico de Torres Vedras; núcleo de Torres Vedras da Liga dos Combatentes; União das Freguesias dos Campelos e Outeiro da Cabeça; Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães; Comunidade Vida e Paz; Fundação Lar S. José; Associação de Solidariedade e Ação Social da Ponte do Rol; Associação de Socorros de Dois Portos; Associação para o Desenvolvimento e Melhoramento da Póvoa de Penafirme; Centro de Acolhimento de S. Pedro; Centro Social Paroquial Santo António de Campelos; Centro Qualifica; e Ideias para Transformar.

A iniciativa “Território de Impacto de Torres Vedras” chegou ao seu término com um evento temático – Dia(s) de Erradicação da Pobreza – e um evento final – o Fórum de Impacto Social, que decorreu em simultâneo com o European Social Economy Regions.

De referir que a Comunidade Impacto Social é o ecossistema de referência para a gestão de impacto social em Portugal e uma plataforma de debate, partilha e capacitação, para um conjunto diversificado de organizações. Aqui as entidades implementadoras e financiadoras encontram-se para desenvolver uma maior capacidade de gerir o impacto e demonstrar os resultados das suas iniciativas sociais.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here