publicidade

“A vinda destas instituições fazem do nosso Concelho um destino desejável”.

Na passada terça-feira, dia 7 de maio, o Executivo da Câmara Municipal de Torres Vedras aprovou o Projeto de Execução da Escola Superior de Saúde. O concurso público, de cerca de 4 milhões de euros, é para realizar obras no antigo edifício dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento.

O investimento é para abrir um polo da Escola Superior de Saúde de Leiria.

Questionada sobre a importância deste projeto para o concelho, Laura Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, afirmou: “Torres Vedras vai beneficiar com a existência da Escola Superior de Saúde de várias maneiras. Primeiro, porque este polo do Politécnico de Leiria vai trazer docentes e jovens estudantes ao nosso território, que vão viver e estudar cá, contribuindo para a dinâmica do território e para a sua economia local”.

“O edifício onde vai nascer este polo é disso prova, porque a sua recuperação vai ajudar à revitalização dessa zona da cidade, de acordo com os objetivos da Área de Reabilitação de Arenes, estabelecidos pela Câmara Municipal”, acrescentou, em declarações à ON FM.

A Escola Superior de Saúde vai coexistir em Torres Vedras com o Medicina ULisboa. “Ambas as instituições vão permitir aos estudantes, mas também aos profissionais de saúde que já estão a trabalhar, continuar a estudar e ficar a par das inovações nas suas áreas profissionais. Queremos que Torres Vedras seja sinónimo de conhecimento de vanguarda na Saúde”, garantiu.

“A vinda destas instituições de Ensino Superior para Torres Vedras fazem do nosso Concelho um destino desejável para estudantes, profissionais de Saúde e famílias. São sinónimo de modernidade e qualidade de vida”, finalizou.

publicidade

Artigo anteriorLeilões de Pero Negro têm nova data
Próximo artigoVI Festival de Música Antiga de Torres Vedras decorre nos meses de maio e junho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui